Psicologia do desenvolvimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2377 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SEMINÁRIO SOBRE PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO
PERÍODO – ADOLESCÊNCIA

PROFESSORA RILDA BEZERRA

CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

ALUNAS
ANA CLÉBIA MAIA ROGRIGUES
CAMILA VASCONCELOS
JÉSSICA MELO
JULIANA MARIA SILVA LIMA
LUYSA TEIXEIRA SILVA
MARIA FRANCIELE DA SILVA CASTRO
RAQUEL PEREIRA DE LIMA
ROSÂNGELA
VALDIANE RIBEIRO LIMA

FORTALEZA / 2012

INTRODUÇÃO

Décadas atrás, aadolescência era meramente lugar de espera para a vida adulta. Com o desenvolvimento da sociedade, a cada dia mais complexa, o período da adolescência foi prolongado, quando em outras épocas acontecia paralelamente com o período da puberdade.
Nas comunidades de tribos primitivas, a transição da infância para a vida adulta se dava de forma rápida e seguia padrões rígidos. O início e o fim dessa fasetransitória eram marcados por rituais. Num período curto de tempo, o adolescente recebia instruções acerca das habilidades necessárias para a obtenção de comida, defesa do seu grupo; casava-se e comprometia-se com a condição de guerreiro, de adulto. No meio rural e nas classes econômicas de níveis mais baixos, a introdução ao mundo do trabalho e a contração das responsabilidades inerentes à vida adultaacontecem mais cedo com relação às classes de níveis econômicos mais altos e nas áreas urbanas. Por isso, o período da adolescência oscila ante às épocas, os países, as culturas, classes sociais, e às vezes dentro de uma mesma comunidade.
Hoje o mercado de trabalho requer profissionais cada vez mais capacitados e, essa necessidade de uma melhor qualificação, leva a sociedade a estender aadolescência. No caso dos estudantes, por exemplo, a continuação dos estudos após a conclusão da faculdade – pós-graduação, residências, estágios, etc – prolonga por mais tempo a dependência financeira e psicológica do indivíduo com relação aos pais, gerando um adiamento para a formação de uma nova família e, por conseqüência, a aceitação dos compromissos da vida adulta. Ao contrário do que acontecia emépocas menos recentes, onde o final da vida de adolescente era visivelmente definido, hoje é identificado uma passagem mais vagarosa e confusa para o estágio de maturidade. Se para questões jurídicas, o adolescente se credencia - aos 16,18 ou 21 anos - para se casar, tirar habilitação para dirigir, votar e realizar ações de compra e venda, já para adentrar o mercado de trabalho ele necessita ter emmédia cinco anos de experiência na área.
Vimos que, definir com precisão a fase da adolescência é uma tarefa de um alto grau de complexidade, haja vista que esse período não pode ser delimitado somente pelo fator da faixa etária. Para uma melhor compreensão desse estágio da vida, faz-se necessário a análise de outros aspectos, como a cultura e a classe social as quais o jovem pertence.
Para umamelhor apreensão, vejamos primeiramente, a distinção da definição de puberdade e da adolescência.

1. DEFINIÇÃO DE PUBERDADE E ADOLESCÊNCIA
A palavra “puberdade” vem do latim pubertatee significa “idade viril”, e do verbo pubescere, que é “cobrir-se de pêlos na região púbica”. Daí a denominação de puberdade como um período das transformações corporais.
A adolescência deriva de “adolescentia” queé a fase de crescer e se desenvolver. Nesse significado está subtendido um período repleto de crises e conflitos.
A puberdade e adolescência, embora sejam períodos do desenvolvimento humano, fortemente relacionados, não são exatamente simultâneos e em alguns aspectos, são até independentes.
A puberdade é compreendida como uma alteração intensa das estruturas biológicas e fisiológicas, podendoser precedida, acompanhada ou seguida de um período adolescente. No entanto, a adolescência pode ocorrer sem que o processo da puberdade tenha iniciado. Embora um indivíduo, por algum problema hormonal, por exemplo, não tenha começado a sofrer as mudanças corporais, ainda sim ele pode já estar vivenciando toda a problemática adolescente, não em relação às consequências das transformações...
tracking img