Psicologia do desenvolvimento adolecencia e vida adulta

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3249 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Luterana do Brasil-Ulbra Torres



Acadêmicas:
Andréia Martins Gonçalves
Vanessa Roque da Silva
Professora :Rita Dalpiaz




Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem: Adolescência e Vida Adulta





Torres 02 de Junho de 2012






Introdução


Este trabalho procura analisar e compreender as estratégias discursivas adotadaspela mídia quanto às práticas dos adolescentes. O veículo analisado é a revista CAPRICHO, uma publicação direcionada a adolescente do sexo feminino. A análise contemplou o ano de 2008 foram tomadas as edições veiculadas entre os meses de Abril a Setembro para analisar, e enfocou os seguintes aspectos: quem fala; o que fala; para quem fala; quem é o intermediário; como o discurso se mostra, naanálise foram entrevista com três meninos com idades entre 16 anos e 18 anos interagindo e seduzindo o público leitor. Além desses aspectos, foram considerados os pontos convergentes e divergentes entre os assuntos.
Esta pesquisa deu subsídios para a constatação de que esse tipo de jornalismo juvenil requer a construção de uma linguagem descontraída, mas que seja ao mesmo tempo educativa einformativa para assim corresponder à agenda social e os anseios e desejos desse público adolescente.














Sumário

HISTORIA DA REVISTA
HISTORIA DA REVISTA 4
O PROJETO GRAFICO DA REVISTA 5
HISTORIA DA REVISTA NO MUNDO
HISTORIA DA REVISTA NO MUNDO 7
ANALISE DAS COLUNAS DE CONSULTA 9QUADRO...........................................................................................................................11
CONCLUSÃO...................................................................................................................13
ANEXOS
ANEXOS.....................................................................................................................................14FOTOS........................................................................................................................................15
REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS...........................................................................................16














A história da revista capricho
Hoje a famosa publicação da Editora Abril, a revista Capricho, é uma revista para o público adolescente feminino. Desde adécada de 80 segue essa orientação, divulgando para o público brasileiro os ídolos teen que fazem sucesso nos EUA, principalmente os ídolos pop em geral.

Mas a origem da Capricho era completamente diferente do seu perfil atual. A revista foi lançada no dia 18 de junho de 1952 - curiosamente, mesma data do nascimento de Isabella Rossellini, atriz e modelo, símbolo da beleza que herdou da mãe, atrizIngrid Bergman, e passa também para a filha, Eletra - e, a princípio, era quinzenal. Foi a primeira revista que a Abril lançou dedicada ao público feminino. Em novembro, a revista passou a ser mensal, por decisão do proprietário da Abril, Victor Civita, e esta periodicidade vale até hoje, apesar de eventuais períodos em que a revista era publicada quinzenalmente.

A revista misturava dicas para odia-a-dia feminino, além de reportagens sobre questões sociais que interessavam ao público feminino adulto. Mas seus destaques, desde o início desta fase, eram as fotonovelas, ou "cine-novelas", de início traduções de historietas produzidas na Itália, mas depois seriam criadas histórias próprias no Brasil, incluindo atores famosos que posavam para as fotos que ilustravam estas histórias. Asfotonovelas eram uma espécie de histórias em quadrinhos com fotos reais, num cruzamento da linguagem quadrinista com a do cinema ou televisão. Os temas eram mais amenos possíveis, geralmente envolvendo romances. Havia também na revista espaço para contos, sessões de moda, dicas sobre comportamento e beleza.

Em 1956, a revista rompe a barreira dos quinhentos mil exemplares vendidos, um índice...
tracking img