Psicologia da personalidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5271 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Psicologia da Personalidade
Trabalho por Luiz Nazareno de Souza, estudante de Psicologia @ , Em 22/04/2003
518 votes
Tamanho da fonte: a- A+
Psicologia da Personalidade
Mossoró – RN
Julho 2002

INTRODUÇÃO
O referido estudo tem como objetivo analisar a qualidade ou conjunto de qualidades que faz de uma pessoa o que ela é, enquanto diferente de outras pessoas e diferentes de um indivíduo,e não divisível do ponto de vista físico como também seus atributos: a interioridade, a liberdade, e a unicidade. Onde a conduta que se caracteriza por ligeira inferioridade mental observada na incapacidade para enfrentar situações econômicas e sociais complexas. Fatores que em uma sociedade competitiva como a nossa, cada indivíduo tende a encontrar o nível de afirmação ou de ajustamento maisadequado à sua maneira de ser, na busca de encontrar maneiras pelas quais as pessoas resolvam os problemas do relacionamento com outros indivíduos.

PSICOLOGIA DA PERSONALIDADE
1. - CONCEITO
O termo personalidade ocupa lugar de destaque em psicologia. Apesar de serem inúmeras as definições (G.W. Allport em 1973 apresentou uma lista de cinqüenta definições do termo, extraídas de vários setores doconhecimento), o estudo da personalidade constitui a tarefa principal da psicologia. Embora existam inúmeras características comuns a todos os indivíduos, cada pessoa é típica e se distingue das demais. Daí dizer J. P. Guilford (1959) que "a personalidade individual constitui-se no seu conjunto típico de traços".
Para Guilford, traço é "qualquer característica relativamente duradoura e discernívelpela qual uma pessoa difere de outras". Trata-se, pois de um conceito muito geral e que engloba tanto aspectos puramente psicológicos como os somáticos. G. W. Allport (1937) define personalidade como sendo "a organização dinâmica no indivíduo dos sistemas psicofísicos que determinam seus ajustamentos típicos e seu ambiente".
Alguns aspectos centrais podem ser extraídos dessas definições a fim dese definir, o mais claramente possível, o conceito psicológico de personalidade. A tipicidade da personalidade é reconhecida por ambas as definições citadas. Cada pessoa é diferente das demais, apesar das identidade verificadas entre os seres humanos; essa tipicidade se refere tanto a característica psicológicas como biológicas; a organização dos vários traços de personalidade, além de típica, étambém dinâmica, isto é, a personalidade não é um simples somatório de características psicofisiológicas; a personalidade individual é responsável pela maneira pela qual cada um reage aos estímulos do mundo exterior.

2. - TEORIAS
2.1 - TEORIAS PSICALÍTICAS
Para Sigmund Freud, o fundador do movimento psicanalítico, estrutura da personalidade é formada por três sistemas, o ego, o id e osuper-ego. O id é inato e dele deriva a energia necessária à formação do ego e do super-ego. Tudo que é herdado psicologicamente e também os instintos existem no id no momento do nascimento. As necessidades do id são atendidas pelos processos primários e pelos atos reflexos.
À medida que a criança entra em interação com o ambiente, atos reflexos e processos primários não são mais suficientes parareduzir a tensão psicológica provocada por agentes internos ou externos, e o ego se estrutura para estabelecer contacto com a realidade os objetos adequados à reestruturação do equilíbrio instabilizado por tensões psíquicas. A continuação das interações com o meio conduzem à formação do super-ego, seja, a internalização do julgamento moral, onde atuam o eu-ideal e a consciência. O eu-ideal se manifestaatravés de injunções acerca de como a pessoa deve ser em termos de suas aspirações, e a consciência estabelece o que ela não pode fazer.
Como dizem C. Hall e G. Lindzey, as principais funções do super-ego são:
• inibir os impulsos do id, principalmente os de natureza sexual ou agressiva, pois a expressão de tais impulsos é severamente condenada pela sociedade;
• persuadir o ego a...
tracking img