Psicologia aplicada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3439 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estudo de Caso: Psiquiatria – anorexia nervosa.
Paciente de 16 anos, do sexo feminino, com diagnóstico de anorexia nervosa. Apresentava-se desnutrida, anêmica e amenorréica com histórico de dietas restritivas, não aceitação de tratamentos há seis anos e várias tentativas de suicídio. Somente aos 20 anos aceitou acompanhamento com um psiquiatra.
Foi informada da proposta terapêutica, em grupoformado por oito adolescentes de ambos os sexos, com idades de 15 a 20 anos e problemáticas diversas. Na primeira entrevista individual a mãe relatou que a adolescente faz terapia desde os dois anos de idade por indicação da escola: seus desenhos eram sempre muito escuros; comia apenas sentada à mesa da diretora e nunca com outras crianças.
Relação familiar: relação simbiótica com a mãe, permeadapor diversas situações conflitivas. Apesar dos castigos físicos sofridos, também foi muito mimada. Não conheceu o pai, e em suas falas expressa indiferença em relação a esse fato, além de desqualificar a figura masculina.
Escolaridade: freqüentou a escola até o 1º colegial e abandonou após repetência. Não quer estudar, pois sentiu-se "destratada" por professores, o que acentuou sua dificuldadede relacionamento com grupos. Sente medo de estar entre muita gente e andar sozinha na rua.
Sexualidade: duas relações heterossexuais sem prazer. É apaixonada por uma garota com quem nunca manteve relações sexuais. Já foi agredida por causa de sua homossexualidade pela mãe e no bairro onde morava.
Drogas: já fez uso de maconha e cocaína.
No início do tratamento apresentava-se sempre vestidacom jeans, camisetas pretas, boné escondendo parcialmente seu rosto.
Como atividade de apresentação ao grupo foi utilizada técnica expressiva: ante a grande variedade de materiais (caneta hidrocor, giz de cera, lápis de cor, papel sulfite), cada um deveria escolher as duas cores que mais o atraíssem no momento e criar algo para se apresentar ao grupo. Fez desenho abstrato e versos. Nas sessõesiniciais mostrava-se desconfiada, falando pouco, observando atentamente. Na terceira sessão traz poema que aborda um "eu" desiludido, cansado de não ser ouvido, terminando com alguma esperança de um "euzinho" novo nascendo, depois de várias tentativas de suicídio. Participava cada vez mais das sessões, interferindo na problemática trazida pelos colegas e lendo seus poemas que falavam de suas dores.Aos poucos começa a aceitar as interferências da profissional. Após dois meses no grupo fala de suas dificuldades e, aos poucos, sobre dificuldades na área da sexualidade, contando suas vergonhas, medos e dificuldade para "transar".
No evoluir do tratamento vem sem o boné, diversifica a cor das camisetas, o cabelo está bem cuidado, diz ter engordado um pouco. Ao contar para o grupo sobre suahomossexualidade, é acolhida respeitosa e afetivamente, o que parece deixá-la bem. Mostra-se cada vez mais integrada, comentando fatos da sua vida. Fala cada vez mais livremente sobre sua sexualidade. Avalia a importância de ouvir a problemática dos outros e fala que perceber a gravidade de algumas situações fez com que reavaliasse seus próprios problemas e os redimensionasse.
Traz sonhos para aterapia, nos quais aparecem o medo da rejeição, sensações de pânico e situações de proteção sufocante. Relata mudanças na sua relação com a comida: está-se alimentando melhor e gostando de comer, inclusive com o grupo, além de não se incomodar de sentir fome. Voltou a menstruar.
Verbaliza que sente raiva e não suporta a mãe, principalmente quando pensa nas coisas boas que deixou de fazer por causadela. Ao mesmo tempo sente-se devedora, pois sempre foi cuidada por ela. Sente muita culpa quando pensa em abandoná-la.
-------------------------------------------------
Volta a estudar e sente-se bem na escola. Sai com amigos, começa a namorar um rapaz com quem tem relação que descreve como bastante agradável. O relacionamento sexual é prazeroso. Conseguiu trabalho e sente-se satisfeita....
tracking img