Psicologia aplicada ao obreiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3435 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PSICOLOGIA APLICADA AO OBREIRO
INTRODUÇÃO
É de conhecimento geral que a vida de um obreiro agrega inúmeras especificidades, exigências e dificuldades. Independente da área em que atue na Igreja, as demandas que compreendem o desempenho deste ofício e que são requeridas daqueles que escolheram dedicar-se ao serviço do Senhor são incomensuráveis. É preciso organizar os objetivos, fundamentarplanos e estabelecer ações a fim de que o obreiro consiga, no exercício de seu ministério, manter-se saudável, cuidar dos seus familiares, atentar para o próximo e realizar o serviço eclesiástico, sem que isso se configure em uma sobrecarga de atividades, que possa vir a se desdobrar em diversos comprometimentos à saúde.
Pelo fato do obreiro ser um indivíduo e o indivíduo ser uma pessoabiopsicossocial, vários cuidados precisam ser observados. O apóstolo Paulo, escrevendo aos tessalonissenses, disse: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1Ts 5.23). Uma atenção mais acurada voltada a esta totalidade do ser não pode ser negligenciada, a fim de que se evitefragilidades psicodinâmicas, que a princípio podem se configurar como simples, mas que, no futuro, podem vir a se tornar intensamente graves.
Com o propósito de melhor embasar a formação do obreiro, optou-se por oferecer um conhecimento básico de Psicologia e de suas ferramentas, a fim de que se alcance uma formação integral, que contribua para a excelência do exercício ministerial. É desejode Deus que o obreiro seja integralmente próspero, com bem expressou o apóstolo João:“Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas e que tenha saúde, assim como bem vai a tua alma” (3Jo 2). Este módulo tem o objetivo de, sucintamente, discorrer sobre os alguns dos recursos que a psicologia dispõe.
I – ENTENDENDO A PSICOLOGIA COMO RECURSO
No capítulo 3 de 1º Timóteo, o apóstolo Pauloestabelece um inventário de qualificações necessárias para resguardar a natureza original, profética e saudável da igreja na designação de obreiros. Tais qualificações perpassam também por questões emocionais e psíquicas, que devem ser consideradas a partir de uma visão psicodinâmica do obreiro, e que se fundamente nos recursos oferecidos pela Psicologia enquanto ciência. Assim, é importante que o obreiroentenda conceitos como: psicologia, recursos psicológicos, psicoterapia e outros, uma vez que isso lhe acrescentará ferramentas para lidar com as demandas do dia-a-dia, oferecendo melhor capacidade de enfrentamento diante de situações novas ou adversas que integram sua dinâmica de vida.
1. Definição. A Psicologia é uma ciência considerada complexa tanto por sua abrangência, quanto por possuir umcaráter subjetivo, onde o ser humano é o seu principal objeto de estudo. Assim, sob diferentes visões, a Psicologia se propõe ao estudo do comportamento humano (modo de ser), de seus fenômenos psíquicos (consciência, atenção e orientação) e seus processos mentais (razão, sentimentos, pensamentos, atitudes).
2. Recursos psicológicos. São elementos subjetivos que auxiliam o indivíduo a lidar comas distintas circunstâncias que integram seu modo de vida. Referem-se à capacidade intrínseca de cada indivíduo, envolvendo criatividade, iniciativa, resistência à frustração, persuasão e outros. Embora para alguns sejam intrínsecos, os recursos são possíveis de serem aprendidos por meio de um auxílio psicológico. Eles podem e devem ser utilizados nos contextos pessoais, familiares, sociais elaborais. Ter tal aquisição tornará o desempenho do ministério muito mais eficaz.
3. Psicoterapia. É uma sessão de atendimento psicológico estabelecida entre paciente e psicólogo, onde são aplicados os princípios da psicologia que objetivam a cura e a busca de resoluções dos conflitos psicodinâmicos. A psicoterapia é orientada por uma abordagem psicológica (existem várias), que recorre aos...
tracking img