Psicodrama

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9911 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
|ARTIGOS - ANTÔNIO SAMPAIO FERREIRA PONTES |
|Amor e Sociometria |
|As relações afetivo-sexuais ocupam um papel central nas nossas existências. Para a maioria de nós, a maior parte da |
|felicidade ou infelicidade quevivemos resulta dos nossos encontros e desencontros amorosos. |
|Por que sofremos tanto? Por que os relacionamentos não dão certo? |
|O comportamento de apego é uma característica clara e evidente nas formas mais evoluídas de vida. Apesar de variações|
|de intensidade e duração, ele é presente em todas as espécies demamíferos e aves. |
|No ser humano e em outros animais, como os periquitos, cachorros e elefantes, por exemplo, ele costuma ultrapassar os|
|limites da infância e se apresentar por toda a vida. Em outras palavras, nós estamos programados, geneticamente, a |
|estabelecer laços afetivos por toda nossa existência com outros seres humanos e, eventualmente, outros seresvivos, |
|objetos, lugares etc. Também faz parte desta programação os sentimentos de felicidade e paz, nos momentos de |
|proximidade com pessoas amadas, e os sentimentos de raiva, dor, medo, angústia e depressão quando somos rejeitados, |
|separados ou abandonados pela pessoa amada. |
|Nascemos com um enorme"potencial amoroso', uma profunda necessidade de amar e sermos amados. O X da questão, o ponto|
|crítico das nossas vidas vai ser o aprendizado amoroso que vamos fazer através das primeiras relações afetivas que |
|estabelecemos na infância. Os primeiros vínculos afetivos são os nossos canais privilegiados de comunicação com o |
|mundo. É através deles que aprendemos, de forma mais completaou incompleta, mais real ou distorcida, quem somos nós |
|mesmos, quem são os outros e o que é uma relação afetiva. |
|Infelizmente, é praticamente impossível vivermos os vários anos do nascimento até a idade adulta sem passarmos por |
|separações prolongadas, relações angustiosamente conflitivas e perdas prematuras traumáticas.|
|Quando o sofrimento causado por essas experiências ultrapassa os limites que o frágil e sensível psiquismo infantil |
|pode suportar, mecanismos de proteção são automaticamente acionados para anestesiá-los. Porém este alívio momentâneo |
|tem o alto preço de deixar armazenadas dores não expressas, dificultando e/ou impedindo a cicatrização das feridas |
|psicológicas quesofremos. Vamos interiorizando conflitos que nos fragmentam em emoções conscientes e inconscientes, |
|em contradições entre o que nós sentimos, pensamos e fazemos. |
|Agora podemos voltar às nossas perguntas iniciais. |
|Por que sofremos tanto? Por que os relacionamentosnão dão certo? |
|Sem a pretensão de esgotar o assunto, existem dois conceitos da Sociometria (divisão de proposta teórica de Moreno, |
|que estuda o aspecto quantitativo das relações humanas) que podem nos ajudar a entender dois aspectos fundamentais |
|das relações afetivo-sexuais. O primeiro são os critérios que usamos para escolher nossosparceiros. Por óbvio que |
|pareça, para encontrar o que buscamos, primeiro precisamos saber o que queremos.O que é importante para nós. Beleza? |
|Inteligência? Sensibilidade? O que é prioritário? O que é secundário? Em linguagem sociométrica, quais são os nossos |
|critérios de escolha sociométrica? Como nós os organizamos? O segundo conceito refere-se a essência de toda relação |...
tracking img