Psicanalise

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9010 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

CURSO DE PSICOLOGIA
BASE EPISTEMOLÓGICAS DA PSICOLOGIA







PSICANALISE:
SIGMUND FREUD.









GUARULHOS
2012






PSICANALISE:
SIGMUND FREUD.









Trabalho apresentado ao curso de Graduação em Psicologia, como requisito para obtenção do título de Bacharel em Psicologia.Área de Concentração:
Base Epistemológicas da Psicologia.
Orientador: Prof. Fábio Donini Conti






GUARULHOS
2012


















Quem tiver olhos para ver e ouvidos atentos pode convencer-se de que nenhum mortal é capaz de mantersegredo. Se os lábios estiverem silenciosos, a pessoa ficará batendo os dedos na mesa e trairá a si mesma, suando por cada um dos seus poros.
Sigmund Freud




































SUMÁRIO


1.Introdução 4
2.Revisão Bibliográfica 5
3. Id,Ego e Superego 15
4. Sexualidade Segundo Freud 17
5. Teoria daPersonalidade Segundo Freud 21
5.1 Uma concepção Geral e abrangente da personalidade 21
5.2 Gênese da personalidade 21
5.3 Personalidade e Caráter 22
5.4 Complexo de Édipo e Personalidade 22
6. Consciente, Pré Consciente e Inconsciente 24
7. Mecanismo de defesa 26
7.1 Repressão 26
7.2 Negação 26
7.3 Racionalização 27
7.4 Formação reativa 27
7.5 Projeção 287.6 Regressão 29
7.7 Sublimação 29
7.8 Descolamento 29
8. Conclusão 30
9.Referências Bibliográficas 31











1. INTRODUÇÃO




Sigmund Freud teve o mérito de trazer os fenômenos psíquicos para o campo da ciência.
Não obstante muitas pessoas recusarem até hoje o título de ciência à psicologia, por questionarem acientificidade de seus métodos (faltar-lhe-iam a verificabilidade e a objetividade típicas do método científico), Freud continua sendo a referência fundamental até hoje quando se fala em psicologia.
Sigmund Freud desenvolveu um conjunto de teorias que ele chamou de psicanálise.
Médico neurologista, ele foi um dos primeiros a demonstrar que muitos dos problemas mentais que nos afligempodem ser causados por fatores psicológicos e não por orgânicos.
Neste trabalho veremos suas idéias que tiveram um impacto não só no tratamento de uma série de desordens mentais, como histerias, neuroses e depressões, mas também influenciaram boa parte da produção intelectual a partir da publicação de seus livros.


























2. RevisãoBibliográfica


Sigmund Freud (Viena, 1856 – Londres, 1939), médico austríaco e fundador da psicanálise. Nascido em Freiberg, na Moravia (ou Pribor, na República Tcheca), em 6 de maio de 1856, e chamado Schlomo (Salomo) Sigismund, Sigmund Freud era filho de Amália Freud e de Jacob Freud, e filho mais velho do segundo casamento de seu pai..
Era adorado por sua mãe, que o chamavacariosamente de “meu Sigi de ouro”, e amado por seu pai , que lhe educou nos valores judaísmo clássico e aberto à filosofia do Iluminismo, foi circuncidado ao nascer.. Tinha um carinho especial por sua governanta tcheca e católica, Monika Zajic, apelidada Nannie, que o levava para visitar igrejas, falava-lhe do “bom Deus” e lhe revelou outro mundo além do judaísmo e da judeidade. Talvez ela também tenhadesempenhado um papel em sua aprendizagem da sexualidade.
Freud nasceu em uma família bem sucedida de comerciantes judeus. Seu pai, Jakob Freud, que trabalhava de comerciante de lã e têxteis, casou-se pela primeira vez aos 17 anos e teve dois filhos (Emmanuel e Philippe). Viúvo casou-se novamente com Amália Nathanson, de 20 anos, idade do segundo filho de Jakob do primeiro casamento. Freud...
tracking img