Psicanalise e hospital: dor de existir ao prazer de viver

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6376 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PSICANÁLISE E HOSPITAL: DA DOR DE EXISTIR AO PRAZER DE VIVER
Marculina Barros de Carvalho Bolwerk1
Centro Universitário Luterano de Palmas
Alice Chaves2

“Todo mundo é capaz de suportar uma dor,
com exceção de quem a sente”

William Shakespeare
RESUMO: Este artigo surgiu do interesse de melhor compreender a realidade do exercício do analista em hospital com paciente hospitalizado emrelação à dor física e psíquica, que ao distinguir a dor na dimensão biológica com a doença orgânica e a dor psíquica que é o reconhecimento das causas psíquicas das doenças orgânicas. A dor denuncia uma alteração no equilíbrio das relações de tensão entre um campo de forças que interagem. Tais forças, por sua vez, não se restringem a um único campo, elas incluem elementos orgânicos e psicológicos. Osofrimento psíquico em relação à dor física que este paciente na qualidade de enfermo e o trabalho do analista no contexto hospitalar possam intervir no aspecto psicológico em torno do adoecimento e o lugar que ocupa de escuta flutuante perante a subjetivação da dor física e psíquica deste sujeito na busca do surgimento do significante para clarificar o inconsciente do qual o senhor é sujeito.Palavras-chave: hospital, paciente hospitalizado, dor física e psíquica, analista.

Abstract: Este artigo surgiu do interesse de melhor compreender a realidade do exercício do analista em hospital com paciente hospitalizado em relação à dor física e psíquica, que ao distinguir a dor na dimensão biológica com a doença orgânica e a dor psíquica que é o reconhecimento das causas psíquicas dasdoenças orgânicas. A dor denuncia uma alteração no equilíbrio das relações de tensão entre um campo de forças que interagem. Tais forças, por sua vez, não se restringem a um único campo, elas incluem elementos orgânicos e psicológicos. O sofrimento psíquico em relação à dor física que este paciente na qualidade de enfermo e o trabalho do analista no contexto hospitalar possam intervir no aspectopsicológico em torno do adoecimento e o lugar que ocupa de escuta flutuante perante a subjetivação da dor física e psíquica deste sujeito na busca do surgimento do significante para clarificar o inconsciente do qual o senhor é sujeito.

Key words: hospital, paciente hospitalizado, dor física e psíquica, analista.






INTRODUÇÃO


O objetivo de elaborar este artigo sobre a Psicanálise eHospital: Da dor de existir ao prazer de viver que aborda a contribuição desta abordagem para o sujeito hospitalizado na sua dor física e psíquica a partir do lugar do analista no hospital que lida com o confronto do sofrimento físico com o intercurso do sofrimento psíquico provocado pela doença.
Este estudo surgiu do interesse de melhor compreender a realidade do exercício do analista em hospitalcom paciente hospitalizado com a relação a dor física e psíquica. A dor física como uma doença ou uma lesão nos tecidos do corpo do sujeito que, conseqüentemente, irá deteriorizar a sua capacidade de resistência interna, criando assim condições que poderão agravar o seu estado orgânico e afetivo.
Já o fator interno da doença relacionado ao sujeito pode-se chamar de dor psíquica que são geradores deconflitos emocionais serão determinantes na evolução ou não de sua doença. Costuma-se observar que os estados psicológicos e afetivos contribuem de alguma forma para um aceleramento ou melhoria da doença e da dor.
A dor física está interligada a dor psíquica, o que ocasionará muito sofrimento este sujeito que está na condição de doente, passando a desenvolver sentimentos de medo, ansiedade,incerteza, dúvida é nesta problemática que se revela desde o primeiro momento em que o paciente é hospitalizado, destacando sua relação com a imobilidade do funcionamento física que é a doença, e ainda nessa direção que saída a psicanálise permite com a sua técnica, clarificar o inconsciente do qual o senhor é sujeito.
Através da Psicologia Hospitalar na pessoa do analista pode auxiliar o...
tracking img