Prudencia em aristóteles

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1820 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Em Aristóteles toda a atividade do homem tem uma finalidade, todas as suas ações pretendem um fim. Esse fim é sempre um bem, então todas as atuações tendem ao bem, e nesse caso o bem é algo supremo do homem e, consequentemente, será também o seu bem supremo. Esse bem supremo é sinônimo de felicidade, então todo ser humano busca a felicidade como causa final e todo homem concorda com isso. Porémnão há concordância de quais são os meios de se alcançar essa finalidade ultima. Diz haver três tipos de vida: a vida de prazeres, a vida política e a vida contemplativa. E em cada uma delas os meios que trazem a felicidade são distintos. Para Aristóteles o melhor meio de vida é o terceiro, o de contemplação. Pois nela o homem sábio deve procurar sempre praticar suas virtudes. E quanto maior sãosuas virtudes, mais virtuoso ele será. A virtude está diretamente ligada à felicidade, porque aquele que pratica muitas virtudes mais feliz será.

O estudo da virtude pertence ao campo da ética e ela está associada à noção de razão, na medida em que regula e direciona os atos e condutas dos homens. Portanto, não basta para o homem a simples a ação, essa ação também deve ser de qualidade.Ela tem que alcançar as finalidades sem que se faça o mal, é sempre segundo o bem. Tais ações primeiramente partem da emoção e são aperfeiçoadas com a prática da razão. Deve-se agir sempre segundo a reta razão, para que consiga chegar ao bem supremo, ou seja, a felicidade.

Aristóteles afirma que a virtude consiste no meio termo entre dois pontos, ele encontra-se equidistante de seuexcesso e de sua falta. Esse termo médio é a excelência e, muitas vezes para ser reconhecida se faz necessária a presença de seus contrários. Muitas vezes o meio termo é por si só a excelência moral. Este termo médio não é nem uno, nem único, e seu excesso ou deficiência é considerada vício. O termo médio não quer dizer mediocridade, mas o equilíbrio entre dois extremos. A virtude é a capacidaderacional de saber escolher o que o homem estime ser o termo médio entre esses dois extremos, e também é aquilo que torna uma coisa boa e perfeita naquilo que ela é.

Aristóteles julgava existir duas espécies de virtude: as intelectuais ou dianoéticas, que eram guiadas pura e simplesmente pela razão, precisam da experiência e tempo para desenvolver-se, faze-se necessária a educação e têm comoobjetivo o saber e a contemplação. E as morais ou éticas, que são aquelas não geradas por natureza, somos adaptados a recebê-las, só são adquiridas pelo hábito e desse modo nos tornamos capazes de praticar atos justos, elas têm como objeto os atos da vida prática. A prudência pertence às virtudes intelectuais, pois tem relação com a verdade, o conhecimento e a razão, era considerada uma das quatrovirtudes cardeais da Antiguidade, juntamente com a justiça, a coragem e a temperança. Entretanto, essa definição de prudência é se ampla, visto que poderia ser aplicada a qualquer virtude intelectual.

Aristóteles afirmava que primeiramente para definir a prudência, devia-se partir do uso comum, que o homem chamado phronimos é aquele capaz de deliberação. O vocábulo prudência em portuguêsvem do latim prudentia que significa prover, prever. Consiste numa qualidade que permite detectar perigos e evitar erros. E os gregos utilizavam a palavra phonésis para designá-la; nesse sentido, envolve caráter de cuidado, precaução, uma necessidade de arriscar, de que algo deve ser feito. A prudência está associada ao bom senso, à moderação, é a virtude que permite ao homem julgar corretamente oque é bom e agir de acordo com isso. Os franceses utilizam a palavra sagasse para designá-la, mostrando bem que a boa deliberação está sempre associada à inteligência.

O homem prudente é aquele capaz de deliberar. Mais que isso: é saber deliberar bem. A deliberação é uma espécie de pesquisa que trata das coisas humanas, e consiste em procurar os meios para realizar um fim previamente...
tracking img