Provisões

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Contabilidade e Relato Financeiro
Apresentação

Paulo Alves – 2010/2011

Programa


Outros activos e passivos
◦ NCRF 18 – Inventários ◦ NCRF 19 - Contratos de Construção ◦ NCRF 21 - Provisões, Passivos Contingentes e Activos Contingentes ◦ NCRF 22 - Contabilização dos Subsídios do Governo e Divulgação de Apoios do Governo ◦ NCRF 25 - Impostos Sobre o Rendimento ◦ NCRF 28 - Benefíciosdos Empregados

Paulo Alves – 2010/2011

2

23-03-2011

1

NCRF 18 Inventários

NCRF 18 – Inventários


Principais alterações
◦ O LIFO é proibido ◦ Clara adopção do custeio racional ◦ Permite a inclusão dos custos dos empréstimos obtidos



Norma sem grande impacto ao nível do que já existe e daquilo que são as práticas correntes

23-03-2011

2

NCRF 18 – Inventários
Definições
◦ Inventários são activos
 detidos para venda no decurso ordinário da actividade empresarial;  no processo de produção para tal venda; ou  na forma de materiais ou consumíveis a serem aplicados no processo de produção ou na prestação de serviços

◦ No caso de um prestador de serviços, os inventários incluem os custos do serviço, relativamente ao qual a entidade ainda nãotenha reconhecido o referido rédito.

5

NCRF 18 – Inventários


A definição de custo dos inventários inclui
◦ Custos de compra ◦ Custos de conversão ◦ Outros custos incorridos para colocar os inventários no local e condição actuais



Custos de compra incluem
◦ Preço de compra, direitos de importação, impostos não recuperáveis, custos de transporte, manuseamento e outros custosdirectamente atribuíveis à aquisição ◦ Os descontos comerciais, abatimentos e outros itens semelhantes deduzem-se na determinação dos custos de compra ◦ Os descontos de natureza financeira (juro associado) devem ser reconhecidos separadamente



Caso o pagamento seja diferido, deve separar-se o componente de juro (ver exemplo apresentado na NCRFR 7)
◦ Afecta o CMVMC e o activo
6

23-03-2011

3 NCRF 18 – Inventários


Custos de conversão incluem
◦ Custos directamente relacionados com as unidades de produção, tais como mão-de-obra directa ◦ Gastos gerais de produção fixos e variáveis que sejam incorridos na conversão
 A imputação de gastos gerais de produção fixos aos custos de conversão é baseada na capacidade normal das instalações de produção  Os gastos gerais de produçãovariáveis são imputados a cada unidade de produção na base do uso real das instalações de produção.

7

NCRF 18 – Inventários

Matérias directas Directos

Custos de transformação

Indirectos

Variáveis
Qr > Qn

Fixos
QR * CF/QN Qr < Qn CF – QR * CF/QN

Custos do produto

Custos do período

8

23-03-2011

4

NCRF 18 – Inventários


Custos a excluir (exemplos)
◦Quantias anormais de materiais desperdiçados, de mão-de-obra ou de outros custos de produção ◦ Custos de armazenamento, a menos que esses custos sejam necessários ao processo de produção antes de uma nova fase de produção ◦ Gastos gerais administrativos que não contribuam para colocar os inventários no seu local e na sua condição actuais ◦ Custos de vender

9

NCRF 18 – Inventários


Paraalém do custo real/efectivo a empresa pode adoptar
◦ Custo-padrão
 Toma em consideração os níveis normais dos materiais e consumíveis, da mão-de-obra, da eficiência e da utilização da capacidade produtiva.  Deve ser regularmente revistos

◦ Método do retalho (preço de venda – margem de lucro)

10

23-03-2011

5

NCRF 18 – Inventários


Fórmulas de custeio
◦ Custo específico ◦ FIFO(first in first out) ◦ Custo médio ponderado ◦ Devem ser aplicadas consistentemente para todos os inventários que tenham uma natureza e um uso semelhante

11

NCRF 18 – Inventários


Os inventários devem ser mensurados pelo custo ou valor realizável líquido, dos dois o mais baixo.
◦ Valor realizável líquido = Preço de venda estimado no decurso ordinário da actividade empresarial menos...
tracking img