Prova 2013 tre.am

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5519 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS
Concurso Público para Provimento de Cargos de

Técnico Judiciário − Área Administrativa

____________________________________________________ Opcao de Cargo M09, Tipo 1 0000000000000000 00001−001−001

Nº de Inscrição MODELO

P R O V A

Conhecimentos Gerais Conhecimentos Específicos
INSTRUÇÕES
- Verifique se este caderno: • corresponde a suaopção de cargo • contém 55 questões, numeradas de 1 a 55 Caso contrário, reclame ao fiscal da sala um outro caderno. Não serão aceitas reclamações posteriores. - Para cada questão existe apenas UMA resposta certa. - Você deve ler cuidadosamente cada uma das questões e escolher a resposta certa. - Essa resposta deve ser marcada na FOLHA DE RESPOSTAS que você recebeu. VOCÊ DEVE: - procurar, na FOLHA DERESPOSTAS, o número da questão que você está respondendo. - verificar no caderno de prova qual a letra (A, B, C, D, E) da resposta que você escolheu. - marcar essa letra na FOLHA DE RESPOSTAS, fazendo um traço bem forte no quadrinho que aparece abaixo dessa letra. ATENÇÃO - Marque as respostas primeiro a lápis e depois cubra com caneta esferográfica de tinta preta. - Marque apenas uma letra paracada questão, mais de uma letra assinalada implicará anulação dessa questão. - Responda a todas as questões. - Não será permitida qualquer espécie de consulta, nem o uso de máquina calculadora. - Você terá 3 horas para responder a todas as questões e preencher a Folha de Respostas. - Devolva este caderno de prova ao aplicador, juntamente com sua Folha de Respostas. - Proibida a divulgação ouimpressão parcial ou total da presente prova. Direitos Reservados.

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS Novembro/2003

www.pciconcursos.com.br

MODELO − Opcao de Cargo M09, Tipo
CONHECIMENTOS GERAIS Atenção:

1
1. (A) (B)

04/11/03 - 14:46

Conclui-se do texto que o futuro da Amazônia deverá encontrar-se na exploração, até mesmo por laboratórios internacionais, de seus recursos naturais. estar narealidade comercial de seus produtos, extremamente valorizados nos outros países, especialmente os europeus.

As questões de números 1 a 10 baseiam-se no texto apresentado abaixo.

Um dos resultados da política de derrubada da floresta para a formação de pastagens foi a criação de imensas propriedades rurais com baixa produtividade e geração de poucos empregos. De acordo com o último CensoAgropecuário do IBGE, as propriedades com área maior do que 2.000 hectares, na Amazônia, correspondem a apenas 1,6% do número total de estabelecimentos rurais da região, mas abrangem 56% da área total ocupada. É uma concentração de terra anacrônica, que vai contra tudo o que já se aprendeu sobre o valor social da terra e a necessidade de aproveitar racionalmente os recursos naturais. A pequena propriedade,se bem administrada, dá mais lucro e gera muito mais empregos. Um estudo feito por agrônomos da USP mostrou, por exemplo, que o extrativismo da castanha numa pequena área na região de Xapuri, no Acre, gerou remuneração de até 48 reais por dia para os trabalhadores, muito superior aos 6 reais por dia obtidos com a produção de arroz, milho e feijão nas áreas desmatadas. E isso sem derrubar uma sóárvore da floresta. Mais uma prova de que a floresta vale muito mais em pé do que derrubada e queimada. O conhecimento dos pontos fracos e da potencialidade da floresta é, certamente, a única maneira de explorá-la sem destruí-la. Isso fica claro quando se analisa o potencial da biodiversidade da floresta. Estima-se que a Amazônia esconda 10.000 substâncias que no futuro terão grande valor para asindústrias química e farmacêutica. Segundo dados da Empresa Brasileira de Biotecnologia, bastaria o Brasil assegurar a propriedade de 100 patentes para ganhar até um bilhão de dólares por ano com a comercialização de produtos. Além disso, ninguém mais defende que toda presença do homem branco precisa ser eliminada da floresta, como se chegou a afirmar no passado. Mesmo a idéia de criar bolsões...
tracking img