Protoctistas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2958 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROTOCTISTAS
Biologia II – Edificações

Equipe: Davi Allexandre Débora Santana Gabriella Rosendo Ítalo Aquino Joice Louise Mayara Morais Naony Oliveira Pedro Allef

Juazeiro do Norte – CE Março - 2012

SUMÁRIO

Tripanossomíase Americana Doença do Sono Leishmaniose tegumentar Leishmaniose visceral Tricomoníase Giardíase Malária Toxoplasmose Amebíase Balantidióse Mal de Cadeiras MaréVermelha

03 16 20 23 30 35 40 45 50 53 56 59

2

Tripanossomíase Americana

Mais conhecida como Doença de Chagas, é causa pelo protozoário Tripanosoma cruzi.
 DESCOBERTA

• 1907, Carlos Chagas;
• Pesquisador do Instituto Osvaldo Cruz.

Fig. 01:Estação da Estrada de Ferro Central do Brasil, Minas Gerais. Departamento de Arquivo e
Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.Referência Bibliográfica – www.brasilescola.com/doencas/doenca-chagas

3

Tripanossomíase Americana

 Percevejo hematófago muito comum na

região, conhecido como barbeiro, pelo hábito de picar o rosto de suas vítimas enquanto dormem.

Fig. 02: O barbeiro. Estampa de Castro Silva, publicada em: Chagas, Carlos.
Referência Bibliográfica – www.brasilescola.com/doencas/doenca-chagas

4 Tripanossomíase Americana

 Sabendo as importância desses insetos sugadores como transmissores de doenças parasitárias, Chagas examinou alguns barbeiros e encontrou em seu intestino formas flageladas de um protozoário.

Fig. 3: Estágios do Trypanosoma cruzi. Estampa de Castro Silva, publicada em: Chagas, Carlos. “Nova tripanossomíase humana. Estudos sobre a morfologia e o ciclo evolutivo doSchizotrypanum cruzin.
Referência Bibliográfica – www.brasilescola.com/doencas/doenca-chagas

5

Tripanossomíase Americana

 TRANSMISSÃO

• A pessoa coça o local da picada e as fezes eliminadas pelo barbeiro penetram pelo orifício que ali deixou; • Por transfusão de sangue contaminado ou transplante de órgãos de pessoas com a doença; • Durante a gravidez, da mãe para filho. • Ingestão dealimentos contaminados.

Referência Bibliográfica – www.brasilescola.com/doencas/doenca-chagas

6

Tripanossomíase Americana

 FASE AGUDA • Período de incubação de cerca de 4 a 12 dias, na maioria dos casos dura

de 3 a 8 semanas.

Características:
• Inchaço ou edema superior e inferior de pálpebra de um só lado; • Inchaço ou edema duro e de cor violeta no local da picada do barbeiro;• Aumento dos gânglios ou nódulos linfáticos atrás das orelhas.

Referência Bibliográfica – www.brasilescola.com/doencas/doenca-chagas

7

Tripanossomíase Americana

 FASE CRÔNICA

• Pode perdurar por 15 a 20 anos ou por toda a vida e são raríssimos os casos de cura espontânea.

• No Brasil 50% a 60% dos chagásicos se encontram nesta fase, apresentando
doença do coração, estômago eintestino grosso. • Mais comum no sexo masculino, a partir dos 30 ou 40 anos.

Referência Bibliográfica – www.brasilescola.com/doencas/doenca-chagas

8

Tripanossomíase Americana

Características: • Palpitações (taquicardia) e batimento cardíacos fora do ritmo; • Tonteiras; • Dor no peito, à esquerda; • Falta de ar ao realizar esforços físicos; • Insuficiência cardíaca progressiva.Referência Bibliográfica – www.brasilescola.com/doencas/doenca-chagas

9

Tripanossomíase Americana

 SINTOMAS: • Febre;

 A febre desaparece, e em alguns dias a pessoa não se da conta do que aconteceu, embora o parasita ainda esteja alojado em alguns órgãos.

• Mal-estar; • Inflamação e dor nos gânglios; • Vermelhidão; • Inchaço nos olhos; • Aumento do fígado e do baço.

ReferênciaBibliográfica – www.brasilescola.com/doencas/doenca-chagas

10

Tripanossomíase Americana



EVOLUÇÃO

Caindo na circulação o Tripanosoma Cruzi afeta os gânglios, fígado e o baço, depois se localiza no coração, intestino e esôfago.
• Cardite chagásica (aumento do coração),

• Megacólon (aumento do cólon que pode provocar retenção das fezes),

• Megaesôfago, cujo principal...
tracking img