Protocolo de anestesia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1423 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANESTÉSIOLOGIA VETERINÁRIA
PROTOCOLO DE ANESTÉSICO PARA CÃES E GATOS.

Trabalho referente à disciplina de anestesiologia veterinária do 6º período do curso de medicina veterinária da universidade ceulji/ulbra, realizado pela acadêmica Juliana Souza Vaz.

Ji-Paraná Setembro/2011

Introdução

A cirurgia é um procedimento da medicina e deve contar com técnicas anestésicas seguras parafêmeas e fetos de todas as espécies. A escolha de uma técnica anestésica particular deve ser influenciada pela familiaridade com a técnica ou fármaco e evitar a depressão do SNC. Desta forma, o anestesiologista deve compreender as alterações fisiológicas da gestação bem como os benefícios e riscos de várias técnicas anestésicas e o significado das complicações, devido à administração da anestesia, parafazer a escolha de um protocolo anestésico.

PROTOCOLOS
Este trabalho tem como objetivo informar as diversas técnicas anestésico-utilizadas
em cesarianas de gatas e cadelas, assim informando a técnica mais
adequada a ser utilizada de acordo com o caso da gestante.
As técnicas anestésicas mais utilizadas em cesariana de gatas e cadelas são: anestesia local, anestesia geral intravenosa,anestesia epidural e anestesia geral inalatória. Concluindo desta forma que a anestesia epidural é a que tem menos efeito residual sobre as fêmeas e os neonatos. As técnicas anestésicas mais utilizadas em cesariana de gatas e cadelas são: anestesia local, anestesia geral intravenosa, anestesia epidural e anestesia geral inalatória, sendo que na anestesia geral intravenosa, utiliza-se dos fármacostiopental, propofol e etomidato; na anestesia epidural utiliza-se da associação da lidocaína com epinefrina, e na anestesia geral inalatória utiliza-se halotano, isofluorano, sevofluorano, enfluorano e desfluorano.

Como medida de segurança inicia-se a indução utilizando-se dos fármacos pré-anestésicos, sendo eles: levomepromazina, clorpromazina, acepromazina, butorfanol, diazepam, cetamina associadaaos benzodiazepínicos, midazolam. A combinação zolazepam com tiletamina produz efeitos cardiovasculares e respiratórios transitórios mínimos. Sendo esta combinação indicada em procedimentos cirúrgicos onde uma analgesia leve a moderada é requerida. Nos casos de intervenções mais invasivas, onde analgesia e relaxamento muscular mais
acentuado se fazem necessários, o uso prévio de opióides ou deagentes alfas-2 agonistas. Doses suplementares desta associação não devem exceder a metade da dose inicial. Desde que haja indicação de cesariana em pacientes saudáveis, o preparo alimentar é relativamente simples, minimizando os riscos maternos e fetais.
O jejum é de 12 horas enquanto que o hídrico é de 2 horas, mas convém lembrar que o animal próximo ao parto não se alimenta, o que reduz aincidência de vômitos durante o ato cirúrgico. A anestesia geral intravenosa é recomendada para as cirurgias eletivas envolvendo cesarianas. Numerosos protocolos anestésicos podem ser usados nas cesarianas, sendo eles: tiopental ou propofol ou etomidato administrado intravenosa.
O anestésico propofol na anestesia geral tem a capacidade de atravessar a barreira placentária, rapidamente alcança acirculação fetal, onde suas concentrações no sangue do feto não tem significado clinico. A depressão fetal pode ocorrer quando a infusão do propofol for por um período prolongado. A eliminação do propofol pelo neonato parece ser mais rápida do que o tiopental, indicando uma rápida recuperação, podendo assim dizer que o propofol é mais benéfico aos neonatos. Já o etomidato na anestesia geralintravenosa em doses adequadas para indução anestésica, induz uma rápida e segura anestesia sem efeitos significativos sobre o sistema cardiovascular em cães, a queda da freqüência cardíaca pode ser observada, dependendo da medicação pré-anestésica utilizada. No caso do tiopental na aplicação intravenosa pode causar súbita redução na pressão arterial, acompanhada por taquicardia que retorna em seguida...
tracking img