Protese removivel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4350 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Prótese Parcial Removível

Definição: Aparelho dento – suportável ou dento – muco – suportável destinado a substituir os dentes ausentes da arcada, restabelecendo a estética e função, que pode ser inserido e removido da boca pelo próprio paciente.

Objetivos Protéticos

Melhorar e estabilizar a boca juntamente com o aparelho protético, de tal forma que com o complexo vivo;(biológico), forme com o complexo mecânico (aparelho protético), uma unidade funcional estável (Unidade Biomecânica) que garanta um equilíbrio duradouro.
A colocação dos dentes artificiais em substituir aos naturais ausentes, toda via, não é semelhante a uma simples solução de um problema mecânico, ela é muito complicada exigindo uma importância dos fatores biológicos que sempre circunscrevem elimitam os procedimentos mecânicos.

Classificação da Arcada Parcialmente Desdentada

Finalidade: - Diferenciar e facilitar a comunicação
- Distinguir categorias

Tipos de classificações:
1-Wild: baseado em fenômenos que ocorrem nas superfícies oclusais

2-Max-Müller: Baseado no funcionamento da P.P.R. na boca

3-Rumpel: baseado na transmissão de forças da P.P.R. durante apressão da mastigação

4-Cummer: baseado na colocação dos grampos (mecânica)

5-Kennedy: Baseado na distribuição topográfica dos dentes remanescentes, mais utilizada atualmente.


CLASSIFICAÇÃO DE KENNEDY
Classe I: desdentamento posterior bilateral - Prótese indicada: PPR

Classe II: desdentamento posterior unilateral - Prótese indicada.: PPR

Classe III: desdentamento limitado pordentes tanto os anteriores como os posteriores Prótese indicada.: PPR ou PPF dependendo da extensão do desdentamento.

Classe IV: desdentamento anterior que cruza a linha mediana
Prótese indicada.: PPR ou PPF dependendo da extensão do desdentamento

Regras de Applegate para Classificação de Kennedy
1. A classificação final só deverá ser realizada após as extrações indicadas
2. Segundos eTerceiros Molares ausentes que não serão repostos não devem ser incluídos na classificação
3. Terceiro Molar utilizado como elemento suporte da prótese deve ser incluído na classificação
4. A área ou áreas desdentadas mais posteriores sempre determinam a classificação
5. As outras áreas desdentadas que passam a ser secundárias à que determina a classificação, são denominadas modificações e sãodesignadas por seu número
6. Nas modificações não e considerado a extensão do desdentamento
7. Não há modificação na classe IV de Kennedy

Moldagem e Elaboração de Modelos em P.P.R.
Finalidade de Moldagem: necessidade de se obter uma impressão exata, detalhada das estruturas dentais e rebordo residual do paciente.
Moldagem para PPR: deve registrar com precisão, tecido mole, amucosa oral, ao mesmo tempo que a substância dura (dentes remanescentes)
Esse procedimento é mais complicado do que em Prótese Total porque o contorno dos dentes é irregular e a sua posição vertical varia com relação ao plano oclusal. Dificultando a inserção e remoção da moldeira.
O material de moldagem deve fazer contato íntimo com as coroas dentais, resistir à distorção momentâneaao retirar a moldagem da boca e ou modelos e voltar imediatamente à forma original sem romper-se.
A elasticidade do material de moldagem é propriedade essencial que garante a fidelidade do modelo de trabalho e cada detalhe de reprodução da boca ou modelo

Obs: Moldagem ou molde – ato clínico ou laboratorial – (o negativo)
Modelo – cópia positiva do que se moldou

Técnicas deMoldagem
1- Sem Pressão ou Mucostática:
É a técnica de impressão que não comprime a mucosa oral. Moldagens feitas com hidrocolóide irreversível. (alginato)

2- Com Pressão Controlada ou Mucodonâmica
É a técnica de impressão na qual o tecido é comprimido (mucosa) ou deslizado de alguma forma controladamente. Ex.: Moldagens obtidas com pasta zinco-enólica ( moldagens funcionais)...
tracking img