Protege

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9111 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O USO DA FERRAMENTA GERENCIAMENTO POR CATEGORIA NA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO MULTICASO

Érica Ferreira Marques Rosane L. Chicarelli Alcântara Depto. de Engenharia de Produção, Universidade Federal de São Carlos, C.P. 676, CEP 13565-905, São Carlos, SP e-mail: ericafmarques@ig.com.br rosane@power.ufscar.br

v.11, n.2, p.153-164, mai.-ago. 2004

Recebido em 16/3/2003 Aceitoem 26/5/2004

Resumo
Diante do atual cenário competitivo, indústria e varejo estão buscando alternativas que garantam sua continuidade no mercado brasileiro. Para tanto, estão buscando atender eficientemente aos seus consumidores finais, oferecendo um mix de produtos adequado ao perfil de cada grupo de clientes. É dentro deste contexto que a ferramenta gerenciamento por categorias (GC), e outraspráticas do ECR, estão começando a fazer parte do dia-a-dia, da cultura e das estratégias dessas empresas. Este artigo, visando fornecer subsídios para compreender como o GC pode ser uma ferramenta que otimiza a eficiência na gestão da cadeia de suprimento, apresentará as principais ações a serem desenvolvidas para a implementação dessa ferramenta em pequenos e médios supermercados, suascaracterísticas facilitadoras e limitadoras, bem como os critérios para a escolha do parceiro. Palavras-chave: cadeia de suprimentos, canais de distribuição, ECR, gerenciamento por categorias, pequenos e médios supermercados.

1. Introdução
Para Bowersox e Cooper (1996), à medida que os mercados evoluem, os ciclos de vida dos produtos diminuem e, conseqüentemente, a concorrência se intensifica, havendo anecessidade da elevação dos custos para se manter um bom nível de serviço ao consumidor, pela disponibilização dos produtos no tempo e lugar exatos. Esses fatores têm obrigado os fornecedores e os demais membros dos sistemas de distribuição a procurarem estabelecer padrões de relacionamento mais cooperativos. Dentro deste contexto, se antes o gerenciamento estratégico da sua cadeia de suprimentos erapouco relevante, principalmente para as empresas supermercadistas, atualmente, essas empresas vêm buscando reestruturar suas atuações no mercado com estratégias que consolidem uma maior interação entre elas e seus parceiros, bem como aderindo a um intenso programa de modernização, investindo em tecnologias de informação e comunicação (TICs).

A partir do momento em que os supermercados passam autilizar as informações coletadas em seus terminais de pontos de vendas e repassam essas informações a seus fornecedores, visando reorganizar o fluxo de suprimento, de acordo com o que os clientes efetivamente compram e valorizam, percebem oportunidades de agregar valor a partir de um maior e mais adequado sortimento de produtos e serviços (Silva e Fischmann, 1999). Observa-se, então, de acordo comalguns autores (Farina e Zylbersztajn, 1998; Zilber e Fischmann, 1999), uma crescente preocupação dos gestores, não apenas com a atividade empresarial exercida pela empresa e a sua interface com seus fornecedores e consumidores, mas também em adotar novas posturas ao valorizar a aplicação da ciência e da tecnologia nos negócios, assim como da qualidade da informação, da gestão mais cooperativa eda coordenação nos processos de produção, distribuição, circulação e consumo. Para Kumar (1997), o setor supermercadista tem se tor-

154

Marques e Alcântara − O Uso da Ferramenta Gerenciamento por Categoria na Gestão da Cadeia de Suprimentos: Um Estudo Multicaso

nado uma indústria com foco intensivo em tecnologia, tendo condições de gerenciar suas operações nas lojas e interagir com seusclientes, configurando a sua cadeia de suprimentos. Dentre elas, de acordo com Ghisi (2001), uma das que mais tem se destacado neste setor é o ECR (Efficient Consumer Response - Resposta Eficiente ao Consumidor). O ECR, fundamentado em quatro pilares estratégicos de negócios (Sortimento Eficiente, Promoção Eficiente, Reposição Eficiente e Introdução Eficiente de Novos Produtos), visa melhorar a...
tracking img