Prosperidade ou acumulo de hipocrisia?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3652 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROSPERIDADE OU ACUMULO DE HIPOCRISIA?
Uma ideia pré-reformulada da dita reforma com base no módulo de História Moderna
Melquisedec Soares Lima
Professor- Fabio Barros Sá Barreto
Centro UniversitárioLeonardo da Vince – UNIASSELVI
História (HID0164) – Prática dos 2º Semestre
28/05/12

RESUMO

Houve uma reforma dentro da Igreja Católica? Se houve por que mesmo após esta dita reforma a santa sé exerceu seu poderdurante milhares de anos após Lutero, cuja influência parece perdida e a da igreja parece crescer e se estruturar a cada dia? Quem precisa de uma reforma na atualidade? O catolicismo ou os protestantes? Com baseem informações do IBGE será traçado com objetividade um perfil contrastante da prosperidade garantida pelos adeptos do calvinismo, além de varias reflexões como a exposta acima permitindo se pensar em quesituação se encontra a comunidade brasileira e mundial diante de tanta corrupção generalizada, e o que é possível se fazer como uma solução plausível de sucesso sem correr os mesmos riscos dos nossos antecessores. Naintrodução se determina o ponto crucial desta abordagem histórica ao cogitar-se o porquê das guerras. Em seguida notam-se as frustrações dos protestantes onde na sua luta pela reforma, apenas se desmembraram daigreja, possibilitando um novo começo. Ou seja, não é a igreja quem muda as pessoas que mudaram diante dela. Perderam confiança e prestigio por ela a qual ao longo dos anos tem reconquistado, mas como antes semsucesso no cerne do ser humano. Chegando ao final com uma posição meio radicalizada com respeito à forma usada pelos dispensacionalistas para obterem um poder através da fundação de igrejas meramente comerciais,retirando do povo o suficiente para luxarem tanto quanto os papas e reis no passado faziam retirando imposto e enganando com indulgências a plebe, a qual por sinal em qualquer tempo e espaço geográfico permanecealienada. Levando às considerações finais com a pergunta: Quem precisa de reforma na atualidade? O governo? O catolicismo? Os muçulmanos? Os protestantes? Ou o povo em sua forma de ver o mundo e a própria vida?...
tracking img