Propriedades periodicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5441 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
P R O P R I E D A D E S P E R I Ó D I C A S


Introdução:

Denominam-se propriedades periódicas aquelas que ocorrem repetidas vezes após certos intervalos e que caracterizam algum fenômeno cientifico. As marés (preamar ou maré cheia e baixa-mar ou maré baixa), as fases da lua (nova, crescente, cheia e minguante), as estações do ano (primavera, verão, outono e inverno), a alternânciaentre dia e noite, os batimentos cardíacos (sístole e diástole), são exemplos de fenômenos periódicos que o Homem conhece há milênios.

Nas ciências exatas, como é o caso da Química, o Homem vem procurando regularidades que exprimam leis e conceitos que facilitem a compreensão de fenômenos que acontecem diariamente. Esta busca incessante alterna experimentações e generalizações, até se conseguirformular conceitos mais amplos que formam as Leis da Química, uma das quais é a Lei Periódica.

Foi em São Petersburgo, na Rússia, na tarde de 17 de fevereiro de 1869, que um professor de Química russo chamado Dmitri Ivanovich Mendeleev, estando a escrever um capítulo para seu livro de química geral, ao manusear fichas com as propriedades dos elementos químicos então conhecidos, percebeu quehavia uma similaridade nas propriedades físicas e químicas de determinados elementos, e que essas similaridades se repetiam periodicamente em função da massa atômica. Era a Lei Periódica original, que foi modificada em 1913 pelo inglês H. G. J. Moseley, o qual determinou experimentalmente que a periodicidade não dependia da massa atômica, mas sim do numero atômico Z.

Histórico:

Os trabalhosde Lavoisier e Dalton, entre outros, conceituando substancia simples acarretaram o reconhecimento de aproximadamente 50 elementos químicos no século XVIII. Observações experimentais evidenciaram as semelhanças de propriedades entre certos elementos. Muitas tentativas foram feitas por eles no sentido de encontrar generalizações que ajudassem a classificar os elementos e seus compostos. Essastentativas só alcançaram um progresso especial após os trabalhos do químico italiano Stanislao Cannizzaro, que confirmou experimentalmente a denominada Lei de Avogadro, lançada pelo primeiro professor de física matemática da Itália, Lorenzo Romano Amadeo Carlo Avogadro, o qual estabeleceu que “volumes iguais de gases, nas mesmas condições, têm o mesmo numero de moléculas”, e também após adeterminação exata dos pesos atômicos.

Em fins do século XVIII Lavoisier agrupou os elementos químicos conhecidos em quatro classes:


| |
|gases e fluidos |
|não-metais |
|metais |
|terras |Em 1817 o cientista alemão Johan W. Döbereiner agrupou os elementos em tríades com base em certas semelhanças: massas atômicas bem próximas entre si, diferença constante entre as massas atômicas em ordem crescente, ou a massa atômica de um elemento corresponder aproximadamente à media aritmética das massas atômicas dos outros dois.

Inserir a tabela 3.1, relativa às tríades, do livro doEdson, volume I, página 125

O lítio, o sódio e o potássio possuem propriedades químicas semelhantes. A massa atômica do sódio (22,9898) é aproximadamente igual à media aritmética das massas atômicas do lítio (6,941) e do potássio (39,0983).

| |
||
|(6,941 + 39,0983) / 2 = 23,01965 ≈ 22,9898 |

Em 1862 o francês Alexander E. Béguyer de Chancourtois construiu uma escala cilíndrica, conhecida por “parafuso telúrico de Chancourtois” (telúrico vem do grego tellus e significa o planeta terra). Ele atribuiu ao oxigênio a massa atômica 16 e dividiu a superfície do...
tracking img