Propriedades da materia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 35 (8657 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic] msn para atendimento on-line:
oliveiramn@hotmail.com

[pic] Facebook:
Oliveira Miranda Neto


Teoria e Estilos Literários: Síntese



Noções básicas:


O que é Literatura

A literatura, como toda arte, é uma transfiguração do real, é a realidade recriada através do espírito do artista e retransmitida por meio da língua para as formas, que são osgêneros, e com os quais ela toma corpo e nova realidade. Passa, então, a viver outra vida, autônoma, independente do autor e da experiência de realidade de onde proveio.
Literatura é a forma artística em que o homem utiliza a palavra como “matéria-prima”, transcendendo-a, isto é, carregando-a de significado. Como qualquer outra produção artística humana, está inserida num determinado contextohistórico, sofrendo influências e influenciando o homem.


A linguagem literária


É necessário atentar para o fato de que não basta fazer uso da palavra para produzir literatura. A linguagem literária é predominantemente subjetiva, conotativa; afetada pelas emoções do artista, que se manifestam graças às funções da linguagem.


Os níveis de significação da palavra


Denotação – aspalavras são usadas em seu sentido real, permitindo-nos uma interpretação mais literal, objetiva. Exemplo: a linguagem científica, jornalística.
Conotação – as palavras são usadas fora de seu sentido habitual, comum e dicionarizado, permitindo-nos várias interpretações, multissignificações. Exemplo: a poesia.


Funções da linguagem


Poética – Ocorre quando a intenção do emissor está voltadapara a própria mensagem, quer na seleção e combinação das palavras, quer na estrutura da mensagem, com as palavras carregadas de significado.

Emotiva - Ocorre quando o emissor é posto em destaque, a mensagem é centrada na expressão dos sentimentos do eu que fala no poema, isto é, do eu-lírico. Os textos líricos, que expressam o estado de alma do emissor, exemplificam a função emotiva dalinguagem.

Metalinguística - Ocorre quando o código é posto em destaque. A mensagem é centrada em torno do próprio meio de comunicação utilizado. Exemplo: é o caso das gramáticas e dos dicionários de língua que utilizam da linguagem para falar da própria linguagem; ou mesmo quando falamos da poesia servindo-nos de um texto poético.

Não faças versos sobre acontecimentos.
Não há criação nem morteperante a poesia.
Diante dela, a vida é um sol estático,
Não aquece nem ilumina.


Figuras de Linguagem

Os artistas se utilizam de diversos recursos para produzir literatura, entre eles destacam-se as figuras de linguagem, que podem ser:

Comparação – Consiste em aproximar dois seres pela sua semelhança, de modo que as características de um sejam atribuídas ao outro. Na comparaçãosempre há um elemento comparativa expresso: como, tal qual, semelhante a, que nem, etc.

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma.

Metáfora – É uma espécie de comparação implícita entre dois seres, já que o elemento comparativo fica subentendido.

O samba é pai do prazer
O samba é filho da dor

Metonímia – Também consiste no uso de uma palavra em lugarde outra, em virtude de certa familiaridade que elas têm entre si. Essa familiaridade ocorre geralmente quando se refere ao todo através de sua parte ou vice-versa(à parte pelo todo).

Ler Guimarães Rosa é desafiante.(a obra)
Nunca tive um teto próprio.(casa)

Antítese – É o emprego de palavras que se opõem quanto ao sentido.
De rente do riso fez-se o pranto

Pleonasmo – É arepetição de uma idéia, com repetição ou não das mesmas palavras.

Juro que vi com os meus próprios olhos.
Eu te amo você.

Prosopopéia ou personificação – Consiste em atribuir atitudes animadas ou humanas a seres inanimados ou irracionais.

Dorme a Ásia nas sombras voluptuosas

Onomatopéia – É a reprodução de sons e ruídos por meio dos sons das palavras.

Ó rodas, ó...
tracking img