proporcionalidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2501 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de outubro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Reprodução humana

Na puberdade, o corpo sofre grandes transformações. Nos meninos, ela começa entre 9 e 14 anos. Entre outras transformações, os órgãos genitais crescem, a musculatura se desenvolve, aparecem a barba e os pelos nas axilas e nos púbis (pelos pubianos), o crescimento se acelera e começa a produção de espermatozoides.
Nas meninas, apuberdade começa, em geral, entre 8 e 13 anos. Os seios aumentam, aparecem pelos nas axilas e no púbis, o ritmo do crescimento se acelera e ocorre a primeira menstruação e ovulação (lançamento de um ovócito secundário na tuba uterina).
Essas mudanças são controladas por hormônios, substancias químicas lançadas no sangue por certas glândulas endócrinas.

Sistema genitalmasculino
No embrião humano, os testículos estão localizados no interior da cavidade abdominal, próximo aos rins. Antes do nascimento eles saem dessa cavidade e alojam-se no escroto. Isso favorece a espermatogênese, que normalmente se realiza em temperaturas mais baixas que a do interior da cavidade abdominal. No escroto, a temperatura é 1 ºC a 2 ºC mais baixa que a temperatura corporal.Nos testículos existem cerca de mil pequenos tubos enovelados (túbulos seminíferos), nos quais, a partir da puberdade, são produzidos os espermatozoides. Estes recebem nutrientes de células chamadas epiteliócitos sustentadores. Entre esses tubos estão as células intersticiais, que produzem testosterona, hormônio responsável pelas características sexuais secundaria, como oaparecimento de pelos nas axilas e no púbis (pelos púbicos) e da barba.
Dos túbulos seminíferos os espermatozoides são transportados através dos ductos eferentes para outro tubo. De cada epidídimo sai um sai um ducto diferente, que se une ao ducto da glândula seminal, formando o ducto ejaculatório e desembocando na uretra. Os espermatozoides ficam armazenados no epidimo nos ductosdeferentes até serem ejaculados.
Além desse conjunto de tubos, o sistema reprodutor masculino possui glândulas anexas: as glândulas seminais, a glândula prostática e as glândulas bulbouretrais. Com os espermatozoides, as secreções dessas glândulas formam o sêmen ou esperma (os espermatozoides formam uma parte pequena -menos de 10% - do volume total do esperma).
A secreção das vesículasseminais e da próstata contem substancias nutritivas, que facilitam a sobrevivência do espermatozoide durante sua viagem em direção ao ovócito ll. Uma dessas substancias é a frutose, que serve de fonte de energia para os movimentos da cauda. Essas glândulas produzem um liquido alcalino, que neutraliza a acidez de uretra e das secreções vaginais. Embora ajude a destruir bactérias causadoras dedoenças, essa acidez prejudica o movimento dos espermatozoides. As glândulas bulbouretrais produzem um liquido que também ajuda a neutralizar a acidez da uretra.
Pelo sêmen também são eliminados linfócitos (a presença dessas células com o vírus da Aids explica por que pode ser transmitido pelo sêmen).
A uretra passa por dentro do pênis, que possui tecidos esponjosos ricos em vasossanguíneos, os corpos cavernosos e o corpo esponjo.
Durante a excitação sexual, estímulos nervosos vindos do sistema nervoso vindos do sistema nervoso parassimpático fazem com que as artérias do pênis se dilatem, acumulando sangue nesses tecidos e comprimido as veias, o que obstrui o retorno do sangue. O resultado é a ereção: aumento do volume e enrijecimento do pênis.
Durante o ato sexual, quando osestímulos se tornaram suficiente intenso, ocorrem contrações dos músculos lisos do epidídimo, do canal, diferente da uretra e das glândulas anexas, e o sêmen é lançado para o exterior (ejaculação acompanhada de sensações agradáveis, o organismo). Em cada ejaculação são expulsos, em média, de 2,5mililitros a 5 mililitros de esperma, que contem de 50 a 150 milhões de espermatozoides por mililitros...
tracking img