Projetos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (774 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Sabinada foi uma revolta autonomista que ocorreu entre 6 de novembro de 1837 e 16 de março de 1838, na então Província da Bahia, na época do Brasil Império.
Antecedentes
A tradição de lutas porautonomia política na Bahia remonta à Conjuração Baiana (1798), às lutas pela Independência da Bahia (1822-1823), à Federação do Guanais (1832) e à Revolta dos Malês (1835).
Durante o Períodoregencial (1831-1840), os conflitos se estabeleceram em torno da questão da centralização monárquica e do federalismo republicano, mobilizando principalmente setores das camadas médias urbanas - comerciantes,profissionais liberais e oficiais militares. Entre os primeiros meses do ano de 1831 algumas dessas manifestações requeriam que fossem tomadas decisões contra os portugueses, considerando-os como"inimigos". Esta visão de descontentamento era proveniente do fato de que os portugueses controlarem a maior parte do comércio e ocuparem muitos dos cargos administrativos, político e militares. Atravésdas revoltas e conflitos o povo queria exigir desde a deportação ou até mesmo a extinção de todo o tipo de pensões pagas aos Lusitanos, concedidas por João VI ou por D. Pedro I.
Os ânimos na capitalbaiana se acirraram com a renúncia do Regente Diogo Antônio Feijó (1837), por se demonstrar incapaz de controlar as manifestações revoltosas, e com projeto da lei de interpretação do Ato Adicional,dava as camadas médias a autonomia provincial e cuja discussão se arrastou de 1837 a 1840.
Neste período onde pregava-se o antilusitanismo, onde a indisciplina militar era apoiada pelos revoltosos eonde eram destituídos os oficiais do governo português, iniciava-se a crise federalista.
O movimento da ''Sabinada'' aproveitou a reação popular contra o recrutamento militar imposto pelo GovernoImperial, liderado pelo médico e jornalista Francisco Sabino Vieira. O estopim se deu em meio a fuga de Bento Gonçalves, do Forte do Mar, chamado hoje de Forte de São Marcelo
A Revolta
Na madrugada de...
tracking img