Projetointerdisciplinar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3622 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA
UNIVIRR- UNIVERSIDADE VIRTUAL DE RORAIMA
IFPA- INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
PÓLO DE SÃO JOÃO DA BALIZA
LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA
VIVÊNCIA NA PRÁTICA EDUCATIVA V





PROF. ORIENTADOR CÉLIO HITOCHI WATAYA


ALUNOS: ELIANE FÁTIMA DE MOURA
IONE CUNHA SEVERO
STÉLIO ROBERTO RODRIGUES LIMA



PROJETO INTERDISCIPLINAR

FEIRADE CIÊNCIAS






















SÃO JOÃO DA BALIZA/ RR
2012
PROJETO INTERDISCIPLINAR
ELIANE FÁTIMA DE MOURA
IONE CUNHA SEVERO
STÉLIO ROBERTO RODRIGUES LIMA










FEIRA DE CIÊNCIAS
PROPOSTA PARA UMA FEIRA DE CIÊNCIAS NA
ESCOLA PÚBLICA




































SÃO JOÃO DA BALIZA/ RR
2012
INTRODUÇÃOEste projeto é uma proposta para a prática pedagógica de uma feira de ciências voltada para alunos do ensino médio regular ou mesmo modalidades de ensino. Como já sabemos a falta de iniciativas para novos métodos de ensino para a aplicação do conteúdo de química em sala de aula, torna este estudo muito monótono, além de manter o mito terrível de que a química é uma coisa má. Assim diante destefator problema resolvemos desenvolver um estudo/proposta para esta prática pedagógica que é definitivamente considerada essencial para o ensino da química. Esse estudo/proposta irá mostrar como uma feira de ciências pode ser feita sem muito trabalho, usando materiais alternativos que são facilmente encontrados em nosso dia a dia. Com isso esperamos demonstrar como o estudo da química pode serdivertido e muito proveitoso. Em particular para aquelas pessoas que não gostam dessa área da ciência, esperamos despertar um interesse simultâneo e duradouro. Esse estudo é voltado para toda a área de ciências, más precisamente para o ensino da química.




























PROPOSTA PARA UMA FEIRA DE CIÊNCIAS

O momento histórico que estamos vivenciando no campodas ciências e da tecnologia, com descobertas valorosas para a humanidade, que se refletem numa melhor qualidade de vida, tanto na área da saúde quanto na introdução de novas tecnologias de informação e de comunicação exige uma reflexão sobre as estratégias usadas para o ensino de ciências naturais nas escolas de ensino fundamental e médio, que formam a base do educando. Sabe-se que o ensino deciências, abrangendo as demais disciplinas já elencadas, deve despertar o raciocínio científico e não meramente informativo. Atento a esse conceito, os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), acerca do ensino de ciências, propõe “[...] não se pode pensar no ensino de ciências como um ensino propedêutico, voltado para uma aprendizagem efetiva em momento futuro [...]” (BRASIL, 1997, p.22). Nestesentido, a criança é vista não como cidadã do futuro, mas sim de hoje, que precisa conhecer a ciência visando ampliar a sua possibilidade presente de participação social, viabilizando, assim, sua “capacidade plena de participação social no futuro” (BRASIL, 1997, p.23).
Atualmente, com tantas inovações surgindo rapidamente nas áreas científicas e tecnológicas, o conhecimento torna-se fator determinantee imprescindível, seja para a inclusão do homem no trabalho, seja para a compreensão de si mesmo e dos fenômenos da natureza. Nesse contexto, como proposto pelos PCNs, a escola tem papel fundamental para formar cidadãos capazes e conscientes, que entendam o ambiente em que vivem e que sejam capazes de criticar e tomar decisões socialmente significativas, legitimando suas opiniões. A falta de taisconhecimentos pode gerar dificuldades de se posicionar corretamente acerca das decisões importantes que futuramente o envolverão.
Dentro desse enfoque, os laboratórios, tanto de ciências quanto de informática, tornam-se palcos fundamentais para inserir o aluno nos ambientes de pesquisa e tecnologia. Isso poderá instigá-lo a adquirir espírito investigativo e tornar-se, futuramente, um agente no...
tracking img