Projeto e pesquisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3481 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
COMO REDIGIR UM PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA

I. I. Características da pesquisa científica.
Sempre é útil, para quem se inicia na prática da ciência, uma reflexão sobre aquilo que se costuma considerar como científico.
A Ciência, que vem do latim Scientia, é o conjunto dos conhecimentos humanos como um todo. A pesquisa científica pretende, portanto, contribuir de forma efetiva para esseconhecimento. Assim, sendo, a qualidade de uma pesquisa científica está diretamente ligada à efetividade dessa contribuição.
Nada mais equivocado do que limitar o conceito de ciência àquilo que for matematicamente provado. É verdade que um grande avanço nas ciências da saúde tem sido conseguido com a criação de alguns procedimentos inferenciais estatísticos, específicos para alguns tipos deestudos quantitativos. Algumas vezes, no entanto, a análise qualitativa é necessária para a compreensão de alguns fenômenos. É o caso, por exemplo, do estudo das relações sociais e da análise da verbalização dos pacientes.
A pesquisa científica poderá adotar tanto o método quantitativo, quanto o método qualitativo. Algumas vezes, ambos os métodos são usados em uma pesquisa, já que eles não se opõem,mas se complementam. Nas palavras de Minayo e Sanches (1993), tanto o método quantitativo quanto o qualitativo possuem importância relativa, pois só quando os mesmos são utilizados dentro dos limites de suas especificidades é que podem dar uma contribuição efetiva para o conhecimento da realidade.
Esta breve introdução tem apenas o objetivo de alertar àqueles que se iniciam na prática da ciência,sobre a diversidade do conhecimento humano, uma vez que, embora na maioria das vezes o método estatístico seja usado na pesquisa médica, ele não define o método científico.
Já foi dito linhas atrás que a qualidade de uma pesquisa científica é medida pela efetividade da sua contribuição ao conhecimento. Tal efetividade depende, por sua vez, de algumas condições, tais como:
a. A pesquisa deveser conclusiva. Por isso, o ítem “CONCLUSÃO” é parte obrigatória, por exemplo, de uma tese.
A conclusão não precisa ser definitiva. Aliás, em ciência, raramente uma pesquisa encerra definitivamente um assunto. Muitas vezes, com base nos resultados de uma pesquisa, são realizadas várias outras investigações. Mas a pesquisa, para ser efetiva, deve levar a alguma conclusão irrefutável. Vamos a umexemplo: em 1988, Sonati, realizando a sua tese de mestrado na UNICAMP, se propôs a investigar a freqüência da talassemia alfa em uma população negróide brasileira, utilizando, para tanto, a análise, por eletroforese, das hemoglobinas de recém-nascidos. A conclusão a que esta autora chegou, analisando os resultados pelo prisma da Genética de Populações, foi que a metodologia laboratorial empregada(até então recomendada internacionalmente) subestimava a freqüência real da talassemia alfa, uma vez que detectava todos os homozigotos, mas apenas uma parcela dos heterozigotos (Sonati e Costa, 1990). Tal conclusão levou-a à realização de outra pesquisa, que veio a ser a sua tese de doutoramento. Empregando agora a análise direta de DNA, ela não apenas pode estimar a freqüência real da talassemiaalfa em uma população negróide brasileira (cerca de 21%), como também comprovar que a metodologia eletroforética realmente detectava apenas 50% dos heterozigotos (Sonati et al., 1991).
b. Repetibilidade da pesquisa.
É necessário, evidentemente, que outro autor, caso repita a pesquisa em condições semelhantes, também obtenha resultados semelhantes. Um exemplo: em 1976, investigando afreqüência populacional da talassemia beta entre caucasóides da região de Campinas, SP, obtivemos o resultado de 1% (Ramalho, 1976). Posteriormente, Freitas (1980) e Zago e colaboradores (1981), repetindo a mesma investigação em Porto Alegre, RS e Ribeirão Preto, SP, respectivamente, encontraram praticamente o mesmo valor. É importante lembrar que, quando examinamos amostras populacionais, obtemos...
tracking img