Projeto violencia contra a mulher

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3204 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: Uma história de muitas lutas em Teresina

História, Cidades, Memória e Trabalho

RESUMO

Este estudo tem como objeto a violência contra as mulheres teresinenses, enfatizando o seu comportamento diante de atos violentos sofridos, entre 1980 a 2006.

Palavras chaves: violência a, mulheres, Teresina

Marlúcia Lima de Sousa Meneses

TERESINA (PI) Outubro / 2012 SUMÁRIO

1 Apresentação da problemática de estudo ................................................................. 3 2. Enquadramento teórico da proposta ....................................................................... 4 3. Justificativa ................................................................................................................ 8 4. Objetivos..................................................................................................................... 9 5. Fontes e metodologia ................................................................................................. 9 6. Referencias ............................................................................................................... 10

2

1. APRESENTAÇÃO E PROBLEMÁTICA DOESTUDO

A idéia de estudar a violência contra a mulher se deu por termos a consciência que dentro do universo feminino esta sempre esteve presente no cotidiano delas. Buscamos focalizar em particular a violência praticada contra as mulheres que são, muitas vezes, espancadas por seus próprios parceiros. Como mulher sentia a necessidade de dar minha contribuição, buscando, através da reconstrução datrajetória de algumas mulheres, dar visibilidade à resistência destas enfocando o comportamento das vítimas e de seus agressores. A lei Maria da Penha surgiu neste contexto como grande incentivo para mudanças. O fato do homem agredir fisicamente sua esposa, amante, filha namorada, enfim uma mulher é uma problema cultural. Pretendemos investigar o comportamento da mulher teresinense nas décadas de80, 90 até 2006, diante os atos violentos praticados contra elas, por seus próprios parceiros. Estudar a violência contra a mulher é perceber os conflitos existentes em toda a sociedade e os casos decorridos dessa violência tais como: o estupro, o espancamento as relações violentas ganham aspectos de normalidade. A mulher tem a violência representada no seu cotidiano. Em noticiáriostelevisionados, e na imprensa escrita percebe-se a imagem fragilizada da mulher quando se tratar do tema em questão. Temos como proposta inicial analisar o caráter histórico e cultural da violência contra a mulher sendo possível verificar as representações femininas sobre as agressões de que são vítimas. A primeira delegacia da mulher foi criada em 1985, em São Paulo, com o objetivo de receber queixas dessas,pois nas delegacias convencionais geralmente eram discriminadas e suas denúncias eram vistas como casos insignificantes pelos policiais. (Azevedo, 1985). A partir do funcionamento destas delegacias especializadas em todo o país a situação foi amenizada os agressores podiam ser denunciados e punidos. Ao contrário do que vinha sendo feito até então,quando as penas aplicadas em alguns casos eramalternativas, ou seja, podia ser revestida em cestas básicas. A violência contra as mulheres como um crime, a luta das mulheres parecia não ter fim o maior objetivo era tratar como um criminoso de forma que o agressor fosse levado a júri popular e efetivamente punido. Isso só veria a acontecer , quando é implantada em 2006, Lei Maria da Penha, que oferece as mulheres uma sensação de está maisprotegida.

3

Então se observa que embora tenha políticas públicas voltadas para as mulheres no período em estudo, elas ainda sofrem com os maus tratos, a violência praticada pelos maridos e outras figuras masculinas.

2. ENQUADRAMENTO TEÓRICO DA PROPOSTA

Abordaremos neste estudo o conceito de violência, e patriarcado utilizados por Saffioti (2004, p.71), onde temos como definição a violência...
tracking img