Projeto saude

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4644 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia


MAYARA PRISCILLA NOGUEIRA SILVA

SERVIÇO SOCIAL













Projeto de Intervenção





















CACHOEIRA-BA


MAYARA PRISCILLA NOGUEIRA SILVA



















Serviço Social: Socializando informações para viabilizar direitos.Trabalho apresentado à disciplina Estágio Supervisionado III, do curso de Bacharelado em Serviço Social, tendo como supervisor acadêmico a professora Ms Jucileide Nascimento.









Sumário











1. Introdução 4


2. Apresentação da Instituição 5


3. Justificativa 8


4. Formulação do Problema 9


5. ReferencialTeórico 10


6. Público Alvo 15


7. Objetivos 16

7.1 Objetivo Geral: 16
7.2 Objetivos Específicos: 16

8. Metas 17


9. Cronograma de Atividades 18


10. Referências 19


Anexo I 20









1. Introdução




Este trabalho tem por objetivo abarcar a saúde como direito universal do cidadão e dever do Estado, ressaltando as garantias constitucionais eestatutárias conquistadas através do Projeto de Reforma Sanitária em especial o Sistema Único de Saúde, abordaremos também o enfrentamento do profissional de Serviço Social que através de seu conhecimento teórico e metodológico busca a consolidação deste direito. O assistente social, inserido na área da saúde, tem a contribuir na direção da objetivação dos direitos sociais e na construção denovos sujeitos coletivos que realizem seus direitos. Também no trabalho com os usuários como sujeitos de direito, contribui para o acesso à saúde como direito social.

Este trabalho, no entanto, exige do assistente social a capacidade de captar o que há de social, relacionando a questão da saúde, para além da dor, do sofrimento, da informação pontual para resolver problemas emergenciais,[...] mínimos para a sobrevivência” (Vasconcelos, 2002, p. 450), apontando que a insuficiência de trabalho, educação, saneamento básico, habitação e alimentação adequada, cultura e lazer no cotidiano significam ausência de saúde.

Cabe ao Serviço Social na área da saúde, tematizar, publicizar e ampliar o direito à saúde, possibilitando a busca da mesma e atenção a ela pelo paciente/usuário doserviço público, mediadas pelo direito à oferta de serviços que a própria população desconhece, pelo direito ao saneamento, pelo direito às condições de trabalho, às condições e estilos de vida (cultura), à educação em saúde, como direitos sociais e obrigação do Estado (Vasconcelos, 2002, p. 443)















2. Apresentação da Instituição





Desde a década de 1960que se discute a municipalização da Saúde, principalmente sendo tema de discussão na III Conferência Nacional da Saúde (CNS, 1963), convocada pelo ministro Wilson Fadul, árduo defensor da tese de municipalização. Ato consumado após a Constituição Federal de 1988, com a criação do SUS (Sistema Único de Saúde), a fim de atender as diversidades existentes no País, de acordo com suas necessidades eterritorialização. E é esta “necessidade” do município gerir sua saúde pública, garantindo os princípios do SUS, dentre eles a universalidade, equidade e a integralidade, que respalda o surgimento das Secretarias Municipais de Saúde como Gestora Municipal da Política de Saúde Pública, principal responsável pela saúde de sua população, e o Conselho de Saúde como seu Colegiado ParticipativoCada região, respeitando suas disparidades, foi se adequado ao Sistema Único de Saúde na medida em que foram reconhecendo e atendendo suas demandas, ou seja, cada município ao seu tempo, e a Secretaria municipal de saúde de Santo Amaro/BA, ainda que em passos lentos, devido às conjunturas políticas econômicas e sociais, vem desvendando este novo caminho que o SUS a está conduzindo.

Não...
tracking img