Projeto integrado plano geral de emergência

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 44 (10857 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CURSO SUPERIOR TECNOLÓGICO EM GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA

PLANO GERAL DE
EMERGÊNCIA

Este trabalho tem por objetivo ilustrar de forma prática o estabelecimento de um Plano Geral de Emergência no Bloco C, da UNICID, com ênfase no PALT – Plano de Abandono do Local de Trabalho.

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO

SÃO PAULO

2010



RESPONSÁVEIS



BANCA EXAMINADORACOMPONENTES:









DEDICATÓRIA

Dedicamos a conclusão deste projeto aos integrantes do grupo, pelo empenho, perseverança e força de vontade no desenvolvimento.



AGRADECIMENTOS

Agradecemos a todos os Docentes, pela dedicação e constante preocupação com nosso aprendizado, aos Palestrantes que dispuseram de seu tempo para compartilhar ensinamentos conosco e a todos os colegasde aula


SUMÁRIO

Epígrafe

I. INTRODUÇÃO

1. HISTÓRICO

2. PLANO GERAL DE EMERGÊNCIA

2.1 IDENTIFICAÇÃO
2.2 CARACTERIZAÇÃO DA ÁREA
2.3 POPULAÇÃO POR PAVIMENTO
2.4 AMBIENTES POR PAVIMENTO
2.5 IDENTIFICAÇÃO DOS RISCOS INTERNOS
2.6 IDENTIFICAÇÃO DOS RISCOS EXTERNOS2.7 MEIOS E RECURSOS
2.8 RELATÓRIO DOS LOCAIS AVALIADOS
2.9 DIMENSIONAMENTO DA BRIGADA

3. PLANO DE ABANDONO DO LOCAL DE TRABALHO – PALT

3.1 OBJETIVO
3.2 CONCEITO
3.3 CAMPO DE APLICAÇÃO
3.4 EXECUTANTE
3.5 REFERÊNCIAS
3.6 DEFINIÇÕES
3.7 TIPOS DE EMERGÊNCIAS
3.8 PONTO DEENCONTRO (PE)
3.9 PAM
3.10 ALARMES DE EMERGÊNCIAS
3.11 ROTA DE FUGA
3.12 ORGANOGRAMA
3.13 FLUXOGRAMA DE PROCEDIMENTO DA BRIGADA
3.14 CONTEÚDO DO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO
3.15 ATRIBUIÇÕES DOS SEGUINTES CARGOS
3.16 TELEFONES DE EMERGÊNCIA
3.17 HOSPITAIS

4. ATENDIMENTO DEEMERGÊNCIAS E PRIMEIROS SOCORROS

I. INTRODUÇÃO

1. OBJETIVO
2. RESPONSABILIDADE CIVIL E CRIMINAL
3. DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO
4. EXECUTANTE
5. CAMPO DE APLICAÇÃO
6. DEFINIÇÕES

7. RESPONSABILIDADES

7.1 RESPONSÁVEIS PELO PROGRAMA DE ATENDIMENTO A EMERGÊNCIA MÉDICA
7.2 GERENTES
7.3 COORDENADORES DEEMERGÊNCIA E SUPERVISORES
7.4 SSMAQ - ÁREA DE SAÚDE
7.5 COLABORADORES
7.8 MÉDICOS E TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO TRABALHO
7.6 RESPONSABILIDADES DOS SOCORRISTAS
7.7 GESTORES DE CONTRATOS



8 CONTEÚDO DO PLANO DE ATENDIMENTO MÉDICO A EMERGÊNCIA

8.1 SEGURANÇA, SAÚDE OCUPACIONAL E PROTEÇÃO AMBIENTAL
8.2 RECURSOS NECESSÁRIOS8.3 PLANO OPERACIONAL

8.3.1 Ações Após Soar Alarme de Emergência ou Alerta
8.3.1.1 Ações a Serem Tomadas no Horário Administrativo
8.3.1.2 Ações a Serem Tomadas Fora do Horário Administrativo
8.3.2 Comunicação de Emergência Médica
8.3.2.1 No Horário Administrativo
8.3.2.2 Fora do Horário Administrativo
8.3.3 Sala deAtendimento às Emergências Médicas no Serviço Médico
8.3.4 Hospitais de Apoio
8.3.4.1 Comunicação
8.3.4.2 Remoção
8.3.5 Ambulância
8.3.6 Socorristas
8.3.7 Transporte de pacientes com maca e / ou cadeiras de rodas
8.3.8 Contratadas, temporários e terceiros.
8.3.9 Comunicação com o Médico e com o Técnico de Enfermagem deTrabalho
8.3.10 Outras Estruturas e Interfaces

9 CRONOGRAMA DE TREINAMENTO

10 PLANILHA DE CUSTO

II. CONCLUSÃO

III. BIBLIOGRAFIA

IV. ANEXO



“Não eduque as crianças nas várias disciplinas recorrendo à força, mas como se fosse um jogo, para que também possas observar melhor qual a disposição...
tracking img