Projeto drive in

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1493 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 TEMA

ANTEPROJETO ARQUITETÔNICO DE UM CINEMA DRIVE-IN

2 JUSTIFICATIVA

O hábito de ir ao cinema proporciona diversos benefícios à qualidade de vida das pessoas de todas as idades. Dependendo do gênero escolhido, pode-se ir ao cinema para relaxar ou fugir dos problemas do cotidiano.
“O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonho.” (WELLES, Orson)
A salade cinema é um ambiente versátil que agrada aos diversos tipos de expectadores. O público a depender do tema, pode ser do mais variado, do intelectual ao infantil, bem como sua rotatividade.
O cinema Drive-in surgiu em meados dos anos 60 nos Estados Unidos com a proposta que se pode assistir a um filme na comodidade da poltrona do seu próprio carro. O que acabou atraindo um grande número decasais devido à privacidade.
No Brasil existe apenas um cinema Drive-in funcionando em Brasília.
Hoje, com toda diversidade cultural, há uma necessidade de se criar espaços multiusos que possa atender às diversas carências que a atual sociedade vem buscando. Fazendo com que o cinema Drive-in não se torne um lugar fadado ao desuso.
Por ser uma cidade turística, banhada peloOceano Atlântico e possuir praias urbanas belíssimas, na cidade de Maceió o lazer está potencialmente ligado às condições climáticas que direciona as pessoas a utilizarem os equipamentos de lazer disponíveis na orla marítima. Portanto em dias de sol é comum ver as pessoas desfrutarem das diversas praias, tanto para banho de sol e mar quanto para prática de atividades físicas.
Emcontrapartida, nos dias chuvosos a população tem como opção ou freqüentar os principais centros de compras e lazer da cidade que são os shoppings centers ou ficar a maior parte do tempo livre dentro de casa onde se desenvolve grande parte das atividades de lazer, através da televisão, da leitura de jornais e revistas, ou recebendo amigos e familiares.
Segundo Camargo (2001) o lar seria um equipamentonão-específico de lazer, visto que é um espaço construído não com esta função, mas que também pode cumpri-la.
Porém, há a necessidade do lazer externo, ou seja, fora do ambiente familiar. Pois, ao sair de casa as pessoas contribuem para dinâmica da cidade, expondo-se a novas experiências de aprendizagem, ampliando sua visão de mundo, abrindo-se aos acontecimentos cotidianos e interagindo entresi garantindo a propagação da diversidade cultural.
Existem muitas formas de viver a cidade e o simples fato de se deslocar até o cinema já faz com que as pessoas desfrutem dos equipamentos que o espaço urbano disponibiliza pelo caminho e na volta para casa. Ainda segundo Camargo (1992), o cinema é um equipamento específico de lazer e enquadra-se no segmento de animação cultural urbana.Com o tempo livre e total desprendimento de preocupações, as pessoas podem desfrutar da cidade seja contemplando uma paisagem natural, seja para assistir um filme ao ar livre ou simplesmente para descansar o corpo e a mente da correria diária.
É neste contexto que se insere o cinema Drive-in com espaços para lazer, prática de esportes e contemplação. Localizado num ponto estratégico dacidade de Maceió, entre os bairros de Jacintinho e Cruz das Almas, o terreno possui ampla área em três níveis, sendo o nível mais alto com vista permanente para o mar.
O espaço está situado numa região de fortes contrastes sociais e de interesse turísticos e paisagísticos. Neste caso, o espaço construído, exercerá também uma função de inclusão social agregando valor a região além dedemocratizar o lazer e o entretenimento e proporcionar novas fontes de renda para os moradores vizinhos. Segundo Marcellino (2002), com está iniciativa tem-se a oportunidade de manter a riqueza da paisagem urbana e de opções de lazer para população.
O trânsito na região costuma ser intenso entre as 17h30min e 19h30min, horário que as pessoas retornam as suas residências após um dia de...
tracking img