Projeto de tcc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4143 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE PITÁGORAS

GABRIELLA CRISTINA ALMEIDA POLICARPO




















Trabalho Policial e saúde mental: Uma pesquisa da saúde psíquica dos policiais militares de Ipatinga






















Ipatinga MG
2011
FACULDADE PITÁGORAS

GABRIELLA CRISTINA ALMEIDA POLICARPO

















Trabalho Policial e saúde mental: Umapesquisa da saúde psíquica dos policiais Militares de Ipatinga










Projeto de conclusão de curso apresentado na disciplina TCC I sob a coordenação da professora Ksdy Maiara, dos alunos do 9º período do Curso de Psicologia da Faculdade Pitágoras de Ipatinga.


Orientador: Priscila Barreto NepomucenoScarabelli














Ipatinga
2011

SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO 4
1.1 QUESTÕES DA PESQUISA 5
1.2 OBJETIVO 6
1.2.1 Geral 6
1.2.2 Específicos 6
1.3 JUSTIFICATIVA 6
2 REVISÃO LITERÁRIA 8
2.1 TRABALHO E SAÚDE MENTAL 8
2.2 POLÍCIA E SAÚDE MENTAL 10
2.3 POLICIA MILITAR 12
3 METODOLOGIA 14
3.1 TIPO DE PESQUISA 14
3.2 POPULAÇÃO E AMOSTRA 14
3.3 INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS 143.4 PROCEDIMENTOS 15
3.5 CUIDADOS ÉTICOS 15
4. CRONOGRAMA 16
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 17







INTRODUÇÃO



“O que dizer da dor que não pode ser dita?
Sem causa ou natureza definível,
Sem possibilidade de compreensão?
Dor do nada, simplesmente vazio de existir, indiscutível, incomensurável (...)”
Peres, 2003: 7
De acordo com dicionário Auréliotrabalho é uma necessidade básica e fundamental do ser humano é a partir dele que o homem produz riquezas e consegue aplicar forças para um determinado fim, porém a definição do mesmo é muito mais que uma explicação produtiva, ele desenvolveu uma relação com a sociedade que ultrapassam qualquer determinismo econômico e físico.
Trabalhar é quase tão antigo quanto o ser humano, segundo Engels(1876) este teve um papel fundamental na transformação do macaco em homem. Até os dias de hoje o trabalho desenvolve de maneira única uma necessidade para sobrevivência do sujeito, afinal vivemos em uma sociedade capitalista onde o homem é valorizado pela função que exerce. Silva (2010) ainda acrescenta que é bem provável que o trabalho seja o principal fator que determina uma sociedade, suasestruturas e o seu funcionamento.
Desta forma se faz necessários estudos voltados para pratica laboral, porém atualmente que a psicopatologia do trabalho dispõe de um interesse crescente por questões relacionadas aos vínculos entre trabalho e saúde/doença mental, Nassif (2005) constata que o sofrimento mental não advém somente de uma causa orgânica e individual tem influência também dascondições sociais e uma das instâncias sociais muitas vezes negligenciadas pela psiquiatria é o trabalho.
Este interesse segundo Jacques (2003):




É conseqüência, em parte, do número crescente de transtornos mentais e do comportamento associados ao trabalho que se constata nas estatísticas oficiais e não oficiais. Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde, oschamados transtornos mentais menores acometem cerca de 30% dos trabalhadores ocupados e os transtornos mentais graves, cerca de 5 a 10%.






È a partir da idéia da importância do trabalho que este projeto é desenvolvido, onde se visa o bem estar do ser humano trabalhador. O objeto de estudo escolhido para tal são os empregados da Policia Militar de Minas Gerais.
A policia militaré uma das instituições que fazem parte da segurança publica nacional, é ligada ao poder soberano do estado, se destaca como força pública estadual, garante a integridade pessoal e patrimonial dos cidadãos e mantêm a ordem publica (www.policiamilitar.mg.gov.br) tendo a função de policiamento ostensivo.
Está classe trabalhadora foi escolhida pela alta vulnerabilidade a adoecimentos...
tracking img