Projeto de pesquisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2068 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE POSITIVO

Alessandra Clemente
Ana Carolina Felinto de Souza
Mariana Schmidt








PROJETO DE PESQUISA


INCLUSÃO DOS DEFICIENTES FÍSICOS NA REDE DE ENSINO COMUM






























CURITIBA


NOVEMBRO 2010














UNIVERSIDADE POSITIVO

















PROJETO DE PESQUISA

AINCLUSÃO DOS DEFICIENTES FISICOS NAS REDES DE ENSINO COMUM


Projeto de pesquisa apresentado como avaliação parcial na disciplina de Metodologia Cientifica do curso de Direito do segundo período da Universidade Positivo.




Orientador: Profº Ms. Anderson Gomes













CURITIBA
2010SUMÁRIO



1- PROBLEMÁTICA......................................................................3



2- OBJETIVOS..............................................................................4



3- JUSTIFICATIVA........................................................................5


4-HIPÓTESES..............................................................................6


5- FUDAMENTAÇÃO TEÓRICA.........,..........................................7


6- PROCEDIMENTO METODOÓGICO.........................................9


7- CRONOGRAMA........................................................................10


8- BIBLIOGRAFIA..........................................................................113
1- Problemática
As crianças portadoras de deficiência física da cidade de Mandirituba sofrem preconceito por parte da sociedade de um modo geral. As escolas, particulares e publicas, não são preparadas para receber alunos especiais, tanto no que diz respeito à infraestrutura quanto aos métodospedagógicos utilizados pelos professores em sala de aula.
Os métodos de ensinos presentes nos planos das escolas não incluem a hipótese de haver algum aluno com necessidades especiais matriculado nas mesmas, a falta de rampas, corrimões, elevadores, etc;Também presume que não haverá alunos especiais nestas instituições de ensino.
É visível o déficit existente também nas instituições formadoras deprofessores, que não proporcionam um ensino de qualidade para que estes possam trabalhar com alunos especiais da maneira mais adequada. Eles não tem preparo suficiente para atender estes alunos, mesmo tendo passado pelo Ensino Superior de Pedagogia ou pelo curso de Formação de Docentes.
Percebe-se que o preconceito a estas crianças muitas vezes começa dentro da própria casa, quando os pais duvidam dacapacidade de seu filho por ter alguma deficiência, mesmo que esta seja mínima. Uma superproteção acaba se transformando em um preconceito, na tentativa de evitar que as crianças tenham contato com outras crianças que não possuem nenhuma deficiência, que elas frequentem os mesmos lugares, estudem em um mesmo ambiente, enfim, que tenham as mesmas oportunidades.



4


2. – OBJETIVO1) “Incluir crianças deficientes em redes comuns de ensino, combatendo o preconceito.”
1) Preparar os professores para trabalhar com crianças deficientes.
2) Educar as crianças para ter um bom convívio e sem preconceito com as crianças especiais.
3) Melhorar a infra estrutura das escolas.
4) Conscientizar os pais de crianças deficientes, mostrando que seus filhos tem a mesmacapacidade que as crianças que não possuem deficiência.
5) Educar as crianças contra o preconceito, fazendo com que elas saibam ter um bom convívio social com todos.





















5
3- JUSTIFICATIVA
O nosso projeto de pesquisa sobre a “Inclusão dos deficientes físicos em redes de ensino comum em Mandirituba – PR” tem como objetivo quebrar barreiras...
tracking img