Projeto de pesquisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1278 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAMILA DE ANDRADE VIEIRA
CARMELIZA OSHIRO DE OLIVEIRA



















USO DE ALCOOL E DROGAS:

CONSEQUÊNCIAS DENTRO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO





















Instituto de Ensino Superior da FUNLEC - IESF

Curso de Administração
Campo Grande – MS
Junho de 2011
CAMILA DE ANDRADE VIEIRA
CARMELIZA OSHIRO DE OLIVEIRAUSO DE ALCOOL E DROGAS:

CONSEQUÊNCIAS DENTRO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO



Projeto de Pesquisa do Curso de Administração do Instituto de Ensino Superior da FUNLEC – IESF, como requisito para a elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso, sob a orientação da Prof. Me. Kelly Garcia












Instituto de EnsinoSuperior da FUNLEC - IESF

Curso de Administração
Campo Grande – MS
Junho de 2011
SUMÁRIO


1. Introdução 04


2. Formulação do Problema 05


3. Objetivos 06


1. Objetivo Geral 06


2. Objetivos Específicos 06


4. Justificativa 07


5. Referencial Teórico 08


6. ProcedimentosMetodológicos 09


7. Cronograma 10


8. Referências Bibliográficas 11


APENDICES 12


APENDICE A – ROTEIRO DE ENTREVISTA 13


APENDICE B – TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO 14





























Introdução





Este projeto de pesquisa pretende identificar a situação atualdos usuários de álcool e drogas dentro das organizações do município de Campo Grande, capital e maior centro urbano do estado de Mato Grosso do Sul.
Sobre os dados a serem mensurados poder traçar uma estratégia a respeito de prevenção, controle e tratamento dos usuários dessas substancias.
Conforme relato da Gerente do Caps AD de Campo Grande, Maria Beatriz Almeidinha Maia,a posição geográfica do estado tem contribuído com o trânsito de drogas entre municípios e estados brasileiros e até mesmo entre países, sendo Campo Grande conhecida como “corredor” do tráfego, o que vem facilitando sobremaneira o acesso ao consumo e uso abusivo às drogas.
A elaboração de medidas efetivas ao enfrentamento do problema dentro das organizações é imprescindível, pois ousuário de drogas e o alcoolista possuem um CID, sendo o problema tratado como doença e assim não passível de demissão por justa causa.



1. Formulação do Problema

Qual o percentual de usuários de drogas e alcoolistas dentro das organizações e quais as medidas estratégicas que devem ser usadas para a prevenção, controle e tratamento desse problema?2. Objetivos




1. Objetivo Geral


Mensurar o nível de usuários de substâncias químicas dentro das organizações.



2. Objetivos Específicos


Realizar um estudo aprofundado e a partir desse traçar um plano estratégico para prevenção, controle e tratamento dos usuários de drogas e alcoolistas, levandoem conta a cultura social do município.

































4. Justificativa

Com o avanço do uso abusivo de álcool, crack e outras drogas dentro do ambiente organizacional, é necessário se ter uma visão de qual o número de colaboradores que passam por esse problema, pois as consequência acarretadas através do uso dessas substânciasdentro do processo administrativo podem ter dimensões alarmantes.
Tendo mensurado esses dados estatísticos, pode ser traçado uma estratégia a fim de trabalhar o problema de forma clara e objetiva, evitando gastos excessivos, acarretando uma melhor condição de vida ao colaborador que passa por esse problema e mostrando que a organização se importa com o bem estar de todos....
tracking img