Projeto de pesquisa saude ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1832 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO TOCANTINENSE DE
EDUCAÇÃO SUPERIOR E PESQUISA- FACULDADE ITOP

SAÚDE AMBIENTAL E FALTA DE SANEAMENTO: Uma realidade da população do setor são josé em gurupi tocantins



Palmas – TO
2011
MARILDA COELHO E SILVA BATISTA

SAÚDE AMBIENTAL E FALTA DE SANEAMENTO: Uma realidade da população do setor São José em Gurupi TocantinsProjeto de Pesquisa apresentado como requisito da disciplina de Metodologia Científica, do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão e Planejamento Ambiental, da Faculdade ITOP, orientada pela professora Zilmene Santana.


Palmas- TO
2011

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 4
1.1 Problema 5
1.2 Justificativa 6
2 OBJETIVOS 7
2.2 Objetivo geral 7
2.3 Objetivos específicos 7
3PRESSUPOSTOS TEÓRICOS 8
4 METODOLOGIA 10
4.1 Tipo de pesquisa 10
4.2 Participantes 10
4.3 Instrumentos de coleta de dados 10
4.4 Procedimentos de coleta de dados 10
4.5 Estratégia de análise de dados 11
5 CRONOGRAMA 11
REFERÊNCIAS 12
ANEXO 01 13

1 INTRODUÇÃO

Assim como nos grandes centros urbanos no Brasil, e mesmo em outros países, Gurupi também sofre com as ocupações irregulares,geralmente caracterizadas pela pobreza e pela falta de soluções urbanísticas e de saneamento básico. A exclusão econômica e social da parcela da população trabalhadora, frente ao processo de produção do espaço urbano regulado pela lógica de mercado, tem impossibilitado o acesso de grande contingente populacional á habitação. As políticas públicas habitacionais, até então implantadas, acreditavam que aconstrução em grande escala, racionalizada e industrializada promoveria o barateamento e maiores oportunidades de acesso á moradia, no entanto, a população necessita de qualidade de vida e de saúde ambiental que consta no Artigo 3º da lei 6938 que trata da Política Nacional do Meio Ambiente. O Saneamento Básico está relacionado com o abastecimento de água potável, o manejo de água pluvial, acoleta e tratamento de esgoto, a limpeza urbana, o manejo dos resíduos sólidos e o controle de pragas e qualquer tipo de agentes patogênicos, visando á saúde da comunidade. A falta de saneamento no setor São José em Gurupi está aliado a fatores sócio-econômicos, culturais onde expõem a população á sérios problemas de saúde como infecções por enteroparasitoses, cólera, esquistossomose, febre tifóide,tracoma e diarréia tendo como alvo as crianças o grupo que apresenta maior susceptibilidade as doenças bem como ao Meio Ambiente. Infelizmente, tratamento de esgoto nunca foi prioridade para o poder público e para a população em geral, o que resulta em baixos índices de coleta e tratamento no Brasil.

1.1 Problema

A falta de saneamento básico tem causado sérios problemas á população. Emdetrimento a falta de saneamento, a comunidade vem sofrendo, pois estão jogadas no esquecimento sendo considerado só mais um caso, enquanto isso, a comunidade do setor São José fica sem estruturação da rede de esgoto com qualidade.
A comunidade do setor São José, grita por uma solução, pois já não conseguem mais tanto descaso, as crianças vivem com dores de barriga, de cabeça e tudo isso é devido oforte cheiro exalado por a água que escorre livremente pelas ruas do bairro.
A comunidade espera por alternativas para minimizar os riscos relacionados á saúde pública e os riscos ambientais em detrimento a falta de saneamento e tratamento da água no bairro local.

1.2 Justificativa

Este trabalho aborda a desestruturação do sistema sanitário os impactos ambientais e as doenças de veiculaçãohídrica, como problemas relacionados com a falta de planejamento da expansão urbana, sendo também analisadas as alternativas de coleta e tratamento de esgotos da comunidade do setor são José. De um lado, a legalidade dos procedimentos usuais de infra-estrutura de áreas regularizadas junto aos órgãos fiscalizadores do município.
De outro lado a ocupação desenfreada e desorganizada de áreas por...
tracking img