Projeto de pesquisa responsabilidade social empresarial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1993 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Projeto de Pesquisa
1. Título: Responsabilidade Social Empresarial em instituições bancárias de economia mista: o caso no Banco do Brasil S.A – O olhar de uma instituição bancária.

2. Introdução:

É inegável que o processo acelerado de globalização, iniciado no final do século XX e pelo qual ainda estamos passando, desencadeou uma série de mudanças e tendências no cenário mundial,com reflexos em toda sociedade, seja na esfera social, política ou econômica. Assim, “as mudanças vêm ocorrendo rapidamente, em grande escala e com tamanha visibilidade global nunca antes visto” (INSTITUTO ETHOS apud COMISSÃO SOBRE GOVERNANÇA GLOBAL, 1996, p.5). Novos modelos de produção e de gestão, o desemprego estrutural, a inovação tecnológica, a velocidade da informação e os impactosnegativos das atividades econômicas no meio ambiente, são alguns dos fatores que levaram a sociedade a exigir das organizações atitudes que demonstrem não somente preocupação, mas comprometimento com questões sociais e ambientais.

Para Formentini e Oliveira (2003),

“a sociedade cobra das empresas uma atuação responsável e o consumidor tem consciência da efetividade de seus direitos.Portanto, exige-se das empresas uma nova postura que explique suas preocupações com questões sociais (responsabilidade social) e com a ética.”

No que diz respeito ao Brasil, o assunto somente foi inserido na pauta do empresariado a partir dos anos 90, embora já fosse objeto de discussão no âmbito acadêmico dez anos antes. Segundo Alessio (2004, p. 101), tais discussões “trouxeram à tona aspeculiaridades da responsabilidade social num país como o Brasil, cuja gravidade dos problemas sociais e a responsabilidade das empresas, seja no agravamento dos problemas sociais, seja na contribuição para o seu enfrentamento, já não podiam mais passar despercebidos no contexto brasileiro”.
Nesse cenário, houve a evolução do chamado Terceiro Setor, representado pelas organizações da sociedadecivil, e responsável, em grande parte, pelo engajamento e comprometimento do empresariado em causas sociais. O papel do estado no que diz respeito à administração de demandas sociais é limitado e segundo Grayson e Hodges (2003), as empresas e ONGs têm assumido funções e responsabilidades antes exclusiva do setor público e, ao mesmo tempo, aprendem a lidar com o desafio de contrabalançar osinteresses e as preocupações de todos os seus stakeholders, ou seja, comunidade, funcionários, fornecedores, meio ambiente, consumidores, acionistas e investidores.
Sabe-se, porém, que há empresas que se apropriam do conceito e de práticas de Responsabilidade Social equivocadamente, e que, portanto, não podem ser consideradas como tal, ou seja, seu discurso não se converte em práticas socialmenteresponsáveis. Nesse sentido, Rodrigues (2005 apud Utting, 2000) “vê com certa cautela esse novo discurso organizacional. Primeiro, porque ainda existe uma distância substancial entre retórica e a prática das empresas, ou seja, entre o que elas dizem que fazem e o que realmente estão fazendo em termos de responsabilidade social. Segundo, e aqui ele toma como exemplo o caso da gestão ambiental, namaior parte das vezes as empresas são certificadas em função da existência de normas internas de gestão, e não pelo impacto dessas práticas no meio ambiente.”
O fato é que o cenário atual e as discussões sobre a Responsabilidade Social nas empresas, incentiva(ou obriga) cada vez mais as organizações repensarem suas práticas negociais, com mudanças de atitude voltada para a gestão empresarial comvisão na sustentabilidade do planeta, relacionamentos fortalecidos com a cadeia de relacionamentos – stakeholders e geração de valor para todos. Essa visão é partilhada por Keinert (2007 apud COPESUL, 2001), na medida em que “uma organização empresarial é considerada sustentável quando atende às expectativas financeiras de seus acionistas, tem uma atitude socialmente responsável perante a...
tracking img