Proj quimicos e petroquimicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SOLUÇÃO DOS EXERCÍCIOS
PETROQUÍMICOS”

PROPOSTOS

DO

LIVRO

“PROJETOS

QUÍMICOS

E

Qualquer dúvida e-mail para: flaviopereira@unisanta.br
Lista de Exercícios n°1 - pág. 30 - sobre o capítulo 1



Você deve ter aprendido que, para o inicio de u m projeto deve ser preparado o fluxograma do processo (P&ID) ou
também chamado de fluxograma de engenharia.

1.1- Os P&IDs sãodiagramas esquemáticos, sem escala, que mostram ordenadamente arranjos detalhados de
todos os componentes físicos, tais como EQUI PAMENTOS, TUBULAÇÕES, INSTRUMENTOS E
ACESSÓRIOS.
1.2- Alternativa B
1.3- Alternativa D – explicação no próprio texto
1.4- Alternativa B – todas as afirmativas estão corretas, inclusive o sinal no FC-1001 com traço que significa na
frente do painel conforme fig. 1.151.5- Um ph metro transmite e controla a vazão da válvula V1 e um LT. Tran smite e controla a vazão de saída do
tanque através do elemento final de controle válvula V2.

Resposta das listas de exercícios do livro “Projetos de Processos Químicos e Petroquímicos”.

1

Lista de Exercícios n° 2.1 pág. 42 – sobre o capítulo 2



Você deve ter aprendido que, o segundo passo de um projeto éo balanço de massa, neste caso tratamos de
balanços com líquidos.
- BALANÇO GLOBAL
- e BALANÇO POR COMPONENTE

2.1.112 ton/h

balanço global F = V + C
balanço para soda: 0,20 x 12 = 0 + 0,50 x C C = 4,8 ton/h

V

20%

do bal. Global 12 = V + 4,8
C



V = 7,2 ton/h

50%

2.1.2- para a solução: Q = 5 L/ min x 1,1 = 5,5 kg/min = 330 kg/h
330 x 0,70 = 231 kg/h de aditivo ou231/200 = 1,155 kmol/h ou 1155 mol/h
 F xF = D xD + B xB
1000 x 0,1 = D x 0,99 + B x 0 ( < 100 ppm)
D = 101 kg/h
Balanço global  F = D + B
1.000 = 101 + B  B = 899 kg/h
Se L/D = 10  L = 1010 kg/h e V = 1010 + 101 = 1111 kg/h
2.1.3- Balanço para acetona

2.1.4- A corrente Y deve ser YA = 0,90 ; YB = 0,10 e YC = 0,00
a-) Fazendo-se um círculo de controle ao redor de todo o processo , ascorrentes são: 1 = 3 + 4 + 5
Bal. Para o A: 1.000 x 0,40 = 0 + 0,9 x  + 0,10 x 
Bal. Para o B: 1.000 x 0,24 =  + 0,10 x  + 0
Bal. Para o C: 1.000 x 0,36 = 0 + 0 + 0,90 x    = 400 kg/h logo:
400 = 0,9 x  + 40   = 400 kg/h
e 240 =  + 0,10 x 400   = 200 kg/h
A corrente 2 = 4 + 5  corrente 2 = 400 + 400 = 800 kg/h
Na separação 1 o balanço de B revela: 0,24 x 1000 = 200 + x B x800 
b-)
Kg/h
1
2
3
4
5
A
400
400
-360
40
B
240
40
200
40
-C
360
360
--360
total
1.000
800
200
400
400

xB = 0,05

Lista de Exercícios n° 2.2 pág. 58 – ainda sobre o capítulo 2



Você deve ter aprendido que, o segundo passo de um projeto é o balanço de massa, neste caso tratamos de balanços
com gás incluindo o estudo de reagente limite, e estudos.com leiturade pressão (observar o exercício 2.64 da pg. 57) e
grandezas como ppm na pg. 57.

- para a transformação de vazão molar em mássica toma -se, n = m/mol, logo, é só multiplicar a vazão molar pelo
mol para que se obtenha a vazão mássica
- as tabelas de compressibilidade de gás ( Z ) pg. 70, são muito úteis quando trabalhamos com altas pressões
(>100 psig)
Você também deve ter aprendido quequando se trabalha com balanço de gás:
- o balanço é molar ( ou volumétrico )

Resposta das listas de exercícios do livro “Projetos de Processos Químicos e Petroquímicos”.

2

-

na mistura  1 mol somando com outro mol teremos 2 mols
na reação 
1 mol + 1 mol não resulta necessariamente em 2 mols
se determina o “reagente limitante” também comparando -se os mols

2.2.1- da reação:

2NH3 (g) + 3CuO(s)  N2 (g) + 3 Cu (s) + 3 H2O

Se 18,1 g de NH3 reage com 90,4 g de CuO
Estequiométrico: mol CuO = 3 = 1,5
mol NH3 2

alimentação: mol CuO = 90,4/79,5 = 1,14 = 1,08
mol NH 3
18,1/17
1,06

como a relação real é menor que a estequiométrica então o reagente limitante é o CuO .
Se 3 mols de CuO formam 1 mol de N2
1,14 mols de CuO formarão 0,38 mols de N2 ou seja, 0,38...
tracking img