Programas de auditoria para contas do ativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1293 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Daniela Alves dos Reis Silva









Manhuaçu
2012
CENTRO EDUCACIONAL DE MANHUAÇU - CEM








PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA CONTABILIDADE





Daniela Alves dos Reis Silva











Manhuaçu
2012
PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA CONTABILIDADEINTRODUÇÃO

Para a contabilidade, os princípios constituem o alicerce, as vigas que dão base e sustentam a veracidade e a universalidade dos documentos contábeis. O atributo da universalidade se refere à Ciência da Contabilidade no seu todo. Seus princípios, seu objeto, valem para todos os patrimônios, independentemente das Entidades a que pertence.
Os princípios simplesmente são e, portanto,preexistem às normas, fundamentando e justificando a ação, enquanto aquelas a dirigem na prática. No caso brasileiro, os princípios estão obrigatoriamente presentes na formulação das Normas Brasileiras de Contabilidade, verdadeiros pilares do sistema de normas, que estabelecerá regras sobre a apreensão, o registro, relato, demonstração e análise das variações sofridas pelo patrimônio, buscandodescobrir suas causas, de forma a possibilidade a feitura de prospecções sobre a entidade e não podem sofrer qualquer restrição na sua observância.
Os princípios, na condição de verdades primeiras de uma ciência, jamais serão diretivas de natureza operacional, característica essencial das normas – expressões de direito positivo, que a partir dos princípios, estabelecem ordenamentos sobre o “comofazer”, isto é, técnicas, procedimentos, métodos, critérios etc., tanto nos aspectos substantivos, quanto nos formais. Dessa maneira, alcança-se um todo organicamente integrado, em que, com base nas verdades gerais, se chega ao detalhe aplicado, mantidas a harmonia e coerência do conjunto.
Os Princípios Fundamentais da Contabilidade representam a essência das doutrinas e teorias relativas à Ciência dacontabilidade, consoante o entendimento predominante nos universos científico e profissional de nosso País. Concernem, pois, à Contabilidade no seu sentido mais amplo de ciência social, cujo objeto é o Patrimônio das Entidades.




SÃO PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA CONTABILIDADE

1. DA ENTIDADE

Reconhece o Patrimônio como objeto da Contabilidade. Determina a autonomia patrimonial. Opatrimônio pertence a entidade; a entidade pertence aos sócios, mas o patrimônio da entidade não pertence aos sócios. O patrimônio da entidade não se confunde com o dos sócios. Os sócios não podem usufruir do patrimônio, em benefício próprio. A Consolidação das Demonstrações Contábeis consolida somente as Demonstrações, e não o Patrimônio das entidades.
Parágrafo único. O PATRIMÔNIO pertence àENTIDADE.mas a recíproca não é verdadeira.A soma ou agregação contábil de patrimônios autônomos não resulta em nova ENTIDADE,mas numa unidade de natureza econômico-contábil.

2. PRINCÍPIO DA CONTINUIDADE (OU NÃO)

Em princípio, a entidade existirá infinitamente e terá seu Patrimônio contabilizado pelo Custo Histórico. No caso de haver uma decisão de encerrar as atividades por parte dosproprietários, decisão judicial ou do governo, então, o seu Patrimônio passará a ser avaliado pelo valor de realização. A situação-limite deste Princípio é a cessação total ou parcial das atividades da entidade, e de forma definitiva.

“Art. 5 A CONTINUIDADE ou não da entidade, bem como sua vida definida ou provável, devem ser considerados quanto da classificação e avaliação das mutações patrimoniais,qualitativas e quantitativas”.
§ 1º “A CONTINUIDADE influência o valor econômico dos ativos e, em muitos casos, o valor ou vencimento dos passivos, especialmente quando a extinção da entidade tem prazo determinado previsto ou previsível”.

§ 2º “A observância do princípio da continuidade é indispensável à correta aplicação do princípio da COMPETÊNCIA por efeito de se relacionar diretamente a...
tracking img