Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural - PROMINP

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 61 (15163 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 24 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PROGRAMA DE MOBILIZAÇÃO DA INDÚSTRIA NACIONAL
DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL - PROMINP
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF

GESTÃO DE QSMS
Gestão Ambiental – ISO 14001
Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional – OHSAS 18001
Gestão de Qualidade – ISO 9001
Estudo de Caso

Aluno: Sérgio Augusto Rodrigues Goulart
Professor Orientador: Armando Augusto Martins Campos

2009

PROGRAMA DEMOBILIZAÇÃO DA INDÚSTRIA NACIONAL
DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL - PROMINP
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF

GESTÃO DE QSMS
Gestão Ambiental – ISO 14001
Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional – OHSAS 18001
Gestão de Qualidade – ISO 9001
Estudo de Caso

Trabalho de Conclusão do Curso de
Especialização em SMS - Construção e
Montagem, do Programa de Mobilização da
Indústria Nacional dePetróleo e Gás Natural –
PROMINP, realizado na Universidade Federal
Fluminense - UFF.

Professor Orientador: Armando Augusto Martins Campos
Professor Responsável: Gilson Brito Alves Lima

LISTA DE FIGURAS

FIGURA 1 - Histórico da evolução da Gestão do Abastecimento

12

FIGURA 2 – Certificações de Sistemas de Gestão no E&P– Exemplos da UN BA,
UN-RNCE e UN AM

16

FIGURA 3 – Prêmiosrecebidos pelas Unidades de Negócios da PETROBRAS

19

FIGURA 4 – Capacitação em Gestão na UN-BC

19

FIGURA 5 - Localização do Parque Termelétrico da PETROBRAS

23

FIGURA 6 - Usinas Termelétricas da PETROBRAS

24

FIGURA 7 - Logotipo do SGI

25

FIGURA 8 - Pilares do SGI

32

FIGURA 9 – Fundamentos dos referenciais normativos do SGI

33

FIGURA 10 – Correlação entre asNormas de referência do SGI

35

FIGURA 11 - Ciclo do PDCA

38

FIGURA 12 - Modelo de Processo de Gerenciamento da Qualidade

38

FIGURA 13 - Modelo de Processo de Gerenciamento Ambiental e de
Segurança e Saúde Ocupacional

40

FIGURA 14 - Requisito do SGI – Política

41

FIGURA 15 - Requisito do SGI - Mapeamento dos Processos

42

FIGURA 16 - Aspectos e Impactos, Perigose Riscos de SMS

43

FIGURA 17 - Gerenciamento de Processos

47

FIGURA 18 - Controle de Processos

50

FIGURA 19 – Organograma do Comitê de Gestão do SGI

57

FIGURA 20 - Etapas da implantação do SGI

58

FIGURA 21 - Gráfico de acompanhamento semanal da implantação do SGI

59

FIGURA 22 - Gráfico da evolução semanal da implantação do SGI

59

FIGURA 23 - Gráfico dasnão conformidades das auditorias

60

FIGURA 24 - Tabela de acompanhamento das não conformidades das auditorias

60

FIGURA 25 - Levantamento de Aspectos e Impactos, Perigos e Riscos no SMSnet 64
FIGURA 26 - Gestão da Conformidade Legal no SMSnet

64

SUMÁRIO

CAPÍTULO 1 - O PROBLEMA

8

1.1 INTRODUÇÃO

8

1.1.1 HISTÓRICO DA GESTÃO NA PETROBRAS

8

1.1.2 PRÊMIOS RECEBIDOS17

1.1.3 CAPACITAÇÃO

19

1.1.4 FERRAMENTAS DE GESTÃO

19

1.1.5 A GESTÃO NAS USINAS TERMELÉTRICAS

21

1.2 FORMULAÇÃO DA SITUAÇÃO-PROBLEMA

22

1.3 OBJETIVOS

25

1.4 DELIMITAÇÕES DO ESTUDO

26

1.5 IMPORTÂNCIA DO ESTUDO

27

1.6 QUESTÕES DA PESQUISA

28

1.7 METODOLOGIA

28

1.8 ORGANIZAÇÃO DO ESTUDO

31

CAPÍTULO 2 – FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

322.1 REFERENCIAIS NORMATIVOS E FUNDAMENTOS DO SGI

32

2.2 O CICLO DO PDCA NA IMPLEMENTAÇÃO DO SGI

37

2.2.1 PLANEJAMENTO

40

2.2.2 DESENVOLVIMENTO

44

2.2.3 VERIFICAÇÃO

51

2.2.4 AÇÃO

52

CAPÍTULO 3 – ESTUDO DE CASO

54

3.1 INTRODUÇÃO

54

3.2 CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPES DE IMPLANTAÇÃO

56

3.3 PLANEJAMENTO E CONTROLE DAS AÇÕES DE IMPLANTAÇÃO DO SGI

573.4 AÇÕES ESTRUTURANTES IMPLANTADAS NAS UTEs

61

3.5 PONTOS CRÍTICOS E VULNERABILIDADES

63

3.6 PRINCIPAIS DIFICULDADES NA IMPLANTAÇÃO DO SGI

65

CAPÍTULO 4 - CONCLUSÃO

67

4.1 ANÁLISES CONCLUSIVAS

67

4.1.1 MELHORIAS E PONTOS FORTES DA IMPLANTAÇÃO DO SGI

67

4.1.2 LIÇÕES APRENDIDAS E RECOMENDAÇÕES

67

4.1.3 CONSIDERAÇÕES SOBRE AS QUESTÕES FORMULADAS

69...
tracking img