Programa de mestrado em patologia ambiental e experimental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10073 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP

PROGRAMA DE MESTRADO EM PATOLOGIA AMBIENTAL E EXPERIMENTAL







Salmonella spp. e Escherichia coli patogênica isoladas de animais selvagens de vida livre sua sensibilidade a antimicrobianos










Renata de Oliveira Iovine




Dissertação apresentada ao Programa de Mestrado emPatologia Ambiental e Experimental da Universidade Paulista – UNIP, como requisito parcial para obtenção do título de mestre em Patologia Ambiental e Experimental, sob orientação do Prof(a). Dr(a). Vania Maria de Carvalho




SÃO PAULO

2013

Agradecimentos

À Universidade Paulista em permitir o uso do laboratório depesquisa para que fosse possível a realização do trabalho, além da oportunidade de obtenção do título de mestre.

À FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) pelo suporte financeiro na compra de materiais que foram utilizados no presente estudo.

À CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) por fornecer bolsa de mestrado.

À Ph.D.,Fabiana Toshie de Camargo Konno, por apoiar e disponibilizar seu tempo e conhecimento contribuindo para a realização do meu trabalho.

Às funcionárias Cleide Marques da Silva Santana e Suzana Maria Bezerra que foram de grande importância, pois forneceram todos os materiais utilizados e sempre deram apoio quando necessário.

Especial agradecimento aos colaboradores, Marina Galvão Bueno,Claudia Filone, Flávia Mirando, Danilo Kluyber e Catia Dejuste, que ajudaram na coleta das amostras utilizadas neste trabalho.

À bióloga, MSc, Lika Osugui, por transmitir seus conhecimentos que foram de grande valia para a realização deste trabalho.

Aos meus parentes, especialmente meus pais, e amigos que sempre me apoiaram e incentivaram na concretização dessa etapa da vida.

Àprofessora Dra. Vania Maria de Carvalho pela orientação, pela sabedoria transmitida, paciência, apoio e por acreditar na minha capacidade na realização do mestrado. Muito obrigada por tudo!










Resumo

Medicina da Conservação (One world, One health) é a área da ciência que compreende o estudo das doenças que resultam da interação entre o homem, animais emeio ambiente. Dentre as bactérias com potencial zoonótico encontram-se Escherichia coli e Salmonella spp., que podem ser empregadas também como medidas de contaminação ambiental e/ou ação antrópica. O objetivo deste trabalho foi a pesquisa de E. coli patogênicas e Salmonella spp., bem como, a resistência destas a antibacterianos, em mamíferos selvagens capturados em quatro diferentes áreas naturaisbrasileiras. Foram coletados swabs retais de 60 animais de diferentes espécies, sendo processados segundo protocolos já estabelecidos para o isolamento de E. coli e Salmonella. As cepas foram analisadas quanto a resistência à antibióticos de acordo com padronização internacional. Para as E. coli, foram pesquisados, através de PCR, genes referentes às cepas diarreiogênicas, ExPEC e gruposfilogenéticos. Foram isoladas quatro cepas de Salmonella enterica, sorotipos 60:r:e,n,z15, Belem, Newport e Carrau, sendo este último multirresistente. Oitenta e seis cepas de E. coli foram isoladas sendo que todas as provenientes de animais do Parque Estadual da Cantareira (São Paulo) apresentaram pelo menos um dos genes pesquisados; 40% dos isolados de indivíduos de Nhecolândia (Pantanal) e ParqueEstadual da Serra da Tiririca/Reserva Ecológica Darcy Ribeiro (Rio de Janeiro), não apresentaram os genes pesquisados, sendo 23% o percentual de cepas negativas em Santa Isabel do Rio Negro (Amazônia). O grupo filogenético B1 foi o mais prevalente entre os isolados (41%). Acima de 50% das cepas isoladas de todos os locais foram resistentes a antimicrobianos, especialmente β-lactâmicos, ressaltando...
tracking img