Programa dader

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1392 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2010
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVIX
COORDENAÇÃO DE FARMÁCIA

GRUPO DE DISCUSSÃO

VITÓRIA, ES
2008

UNIVIX
COORDENAÇÃO DE FARMÁCIA

GRUPO DE DISCUSSÃO

Trabalho referente á disciplina de Bioquímica Clínica, do Curso de Farmácia da Univix, solicitado pelo Professor.

VITÓRIA, ES
2008

• Água

➢ Classificação:
Água reagente tipo I: Esta água éideal para a utilização em Laboratórios Clínicos, usada em métodos de testagem que requeiram interferência mínima e máxima precisão e exatidão. Tais procedimentos podem incluir a determinação de metais vestigiais, dosagem de enzimas, dosagem de elétrons e preparação de todos os calibradores e soluções de materiais de referência. Quando obtidas por processos adequados e estocadas corretamente, produzmínima interferência na preparação dos reagentes ou execução das metodologias mais sofisticadas. Sua resistência especifica deve ser = 10 megohm/cm.

Água reagente especial: Deve ser preparada e utilizada quando há necessidade de que sejam removidos determinados contaminantes, de acordos com a utilização proposta. (Ex;: água para preparação de injetáveis, exames microssomais, etc.).Este tipo deágua é obtido por dois ou mais tipos de processos de purificação de água, que permite a eliminação de todo e qualquer contaminantes da água. Ela não deve conter íons, substancias orgânicas, silicatos, bactérias ou substancias em suspensão.

Água reagente tipo II: Água com tolerância para a presença de bactérias, como nos testes de rotina, usada para os testes gerais de laboratório que nãorequeiram a água do tipo I ou água reagente especial. É a água existente nos laboratórios e podem ser usadas para dissolver as amostras-controle, preparar os reagentes e corantes e diluir as amostras de pacientes. Sua resistência especifica deve ser > 2,0 megohm/cm.

Água reagente tipo III: Pode ser usada para a lavagem e enxágüe preliminar de recipientes (vidrarias), que necessitem, no final,tratamento com água do tipo I ou II. Entretanto deve ser feito com água cujo grau esteja de acordo com o uso pretendido. Esta pode, também, ser utilizada para certos procedimentos qualitativos, tais como aqueles usados em análise de urina. Sua resistência especifica deve ser > 0,1 megohm/cm.

➢ Métodos de obtenção:
Preparação da água com grau de reagente: A água de torneira não é adequadapara o emprego como reagente no Laboratório Clinico. Ela deve ser purificada com os processos adequados para tornar-se água reagente, no qual passa por processos de purificação da água eliminando todas as substâncias dissolvidas e suspensas na água.

Destilação: É o processo de purificação da água pela mudança dos seus estados físicos. Função de destilação envolver mudanças de fase, de líquidopara vapor e de vapor para líquido, materiais não-voláteis são deixados para trás no frasco em ebulição, onde podem formar uma crosta na superfície interior do recipiente. As impurezas voláteis podem ser parcialmente transportadas para dentro do destilado. Durante uma ebulição vigorosa, gotículas de água arrastadas pelo vapor podem ser carreado e transportar sódio, potássio, manganês, carbonatos, esulfatos para o destilador. A destilação envolve um grande gasto de energia e, alem disso, requer tempo para manutenção do destilador (limpeza e preservação).

Deionização: É um processo de troca de íons para obter água reagente de alta resistividade. Consta da utilização de colunas contendo resinas de trocas iônicas que retêm as impurezas existentes na água. Não elimina substancias nãoionizadas, como silicatos, algumas substancias orgânicas e algumas impurezas em suspensão. A melhor coluna de deionização é a chamada de leito misto, que adsorve os aniontes e cationtes. A coluna, depois de saturada, pode ser regenerada e reaproveitada.

Osmose Reversa: A osmose reversa é um processo pelo qual a água é passada através de uma membrana que age como filtro molecular. A membrana remove 95%...
tracking img