Programa bolsa familia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1380 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TEMA: PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: VISÃO DOS BENEFICIÁRIOS DO CRAS I NO MUNICÍPIO DE ASSIS/SP

INTRODUÇÃO:
O governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, manifestou prioridade para área social, foi lançado o Fome Zero como estratégia de integração dos inúmeros programas sociais existentes no país, inclusive na unificação: Bolsa Escola, Bolsa Alimentação, Auxílio Gás e Cartão Alimentação. Foicriado em Medida Provisória no 132 de 20 de outubro de 2003, Lei no 10.836, de 09 de janeiro de 2004 e o Decreto 5.209, de 17 de setembro de 2004.
Os programas de transferência de renda com condicionalidades estão cada vez mais implantadas no combate a pobreza, famílias vulneráveis em extrema pobreza.
O programa de transferência de renda aborda três dimensões:

* Alívio imediato dapobreza, por meio da transferência direta de renda;
* Ruptura do ciclo intergeracional da pobreza, por meio das condicionalidades, que reforçam o exercício de direitos sociais nas áreas de saúde e educação (necessidade de articulação com acompanhamento familiar);
* Programas Complementares: esforço coordenado dos governos federal, estaduais e municipais e da sociedade civil para aimplementação de programas/políticas sociais voltadas para o desenvolvimento das famílias beneficiárias do Programa.
O objetivo do programa bolsa família enquanto transferência de renda condicionada é aquisição da alimentação e acabar com a extrema pobreza, promovendo assistência em curto prazo, sendo Reduzir o nível de pobreza das famílias elegíveis com melhoria no bem-estar das famílias medido emtermos de consumo, nutrição, escolaridade e saúde, e longo prazo, sendo alavancar o investimento em capital humano das famílias elegíveis (pobre crônico e vulnerável) tendo em vista a redução intergeracional da vulnerabilidade e pobreza.
Assim propicia o investimento no desenvolvimento do ser humano através do cumprimento do
beneficiários a essas condicionalidades, cujo o objetivo não é de punir asfamílias mas que se responsabilizam de forma conjunta entre beneficiários e poder público.
As condicionalidades são os compromissos nas áreas da Educação, da Saúde e Assistência Social assumidos pelas famílias e que precisam ser cumpridos para que elas continuem a receber o benefícios são:

* Educação: frequência escolar mínima de 85% para crianças e adolescentes entre 06 e 15 anos emínima de 75% para adolescentes entre 16 e 17 anos;
* Saúde: acompanhamento do calendário vacinal e do crescimento e desenvolvimento para crianças menores de 07 anos; e pré-natal das gestantes e acompanhamento das nutrizes na faixa etária de 14 a 44 anos;
* Assistência Social: frequência mínima de 85% da carga horária relativa aos serviços socioeducativos para crianças e adolescentes de até 15anos em risco ou retiradas do trabalho infantil.
Deste modo, a finalidade deste trabalho é analisar a visão que os beneficiários do CRAS I, no município de Assis/SP tem referente ao Programa Bolsa Família e se as sua transferência de renda esta sendo direcionada de forma positiva, conforme a finalidade do programa.

2- REVISÃO DA LITERATURA ( MARCO TEORICO)

3- OBJETIVO GERAL
Investigara visão dos beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF), no Centro de Referência de Assistência Social(CRAS), no município de Assis/SP
4- OBJETIVO ESPECÍFICO
* Analisar a visão dos beneficiários do Programa Bolsa Família, no CRAS I no município de Assis/SP;
* Identificar como as famílias beneficiarias pelo programa direciona sua renda;
* Estudar, sobre pobreza –extrema pobreza, desigualdade social e exclusão social
* Investigar os pontos críticos causadores da desarticulação do PBF;

5- JUSTIFICATIVA
A vontade de escrevemos sobre o Programa Bolsa Família, surgiu a partir da pratica cotidiana do grupo realizar estagio no CRAS.
A partir da aproximação com o campo prático, especificamente no que tange a Programa Bolsa Família, algumas...
tracking img