Profetas atxnt

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1422 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Os profetas foram homens escolhidos por Deus, para serem canais da manifestação de sua vontade ao povo israelita. Instrumento poderosamente usado e através destes, a glória do Senhor por diversas vezes foi manifestada.
Ao contrário do que pregam muitas igrejas, a Bíblia não determina o fim deste ofício em João Batista, na verdade, afirma que nos dias finais os veríamos, em plenaatividade.

Examinando as suas palavras num sentido mais lato, e tomando no seu todo a obra dos profetas, observamos que uma das suas mais importantes funções era a interpretação dos fatos passados e presentes. Estudando eles os acontecimentos na presença de Deus, puderam vê-los na sua luz divina, e compreendê-los assim no seu verdadeiro aspecto e significação. Por isso os profetas não eram,realmente, historiadores (como o escritor dos livros dos Reis), mas foram algumas vezes políticos ativos bem como diretores religiosos. Entre estes podemos admitir não somente Isaias e Jeremias, mas também Eliseu, visto como este mandou um dos filhos dos profetas ungir Jeú. Efetuando, deste modo, a destruição da dinastia de Onri, culpada de prestar culto a Baal. Além disso, o fato de eles perceberem asignificação dos acontecimentos passados e presentes, habilitava-os a conhecer os resultados da vida pessoal e nacional, e a proclamar princípios que tinham um alcance muito mais largo, de muito maior extensão, do que o que eles podiam imaginar. E, deste modo, quando as mesmas forças operavam em tempos e lugares muitíssimo distantes dos contemplados pelos próprios profetas, as suas palavras deaviso e conforto achavam cumprimento, não talvez uma vez somente, mas em diversas ocasiões. E a este poder, inerente a uma previsão verdadeiramente inspirada, que Pedro provavelmente se refere, quando escreveu: “nenhuma profecia da Escritura é de particular elucidação”, querendo dizer que o seu significado e referência não devem limitar-se a qualquer acontecimento no tempo.







1. Osprofetas no Antigo Testamento

O profeta do Antigo Testamento atua pelo Espírito Santo a fim de denunciar práticas que se opõem à vontade de Deus. O profeta manifesta a insatisfação do Senhor devido o ser humano ter se distanciado dEle e buscado alternativas inócuas. O profeta tende à impopularidade, pois suas palavras costumam ser perturbadoras. A mensagem profética destoa dos valores comumentereconhecidos pela sociedade. O profeta vetero-testamentário é um iconoclasta, isto é, um destruidor de ídolos, sejam eles externos (os deuses pagãos) ou internos (produto da religiosidade) judaica. Isso porque o profeta percebe, pela Palavra do Senhor, que a religiosidade, manifestada na adoração do templo, era incapaz de manifestar uma fé genuína, na verdade, serviria apenas para ocultar aausência de uma espiritualidade sadia. Mas o profeta, em consonância com o Senhor, não é insensível à dor do povo, nem mesmo aos seus pecados, sua meta principal é conduzi-lo ao restabelecimento espiritual. Para tanto, o profeta chama seus ouvintes à responsabilidade. Por causa disso, o profeta é obrigado a viver em solidão, e freqüentemente, na miséria, mesmo assim, não pode fugir da responsabilidadepara a qual foi comissionado. Apesar de tudo isso, o profeta encontra satisfação no Senhor, nas Suas Palavras.

Ainda que haja menção de Abraão como profeta, é Moisés o primeiro profeta nacional de Israel. Esse homem de Deus fora chamado para retirar o povo de Israel do cativeiro egípcio. Durante a caminhada pelo deserto, no capítulo 11 de Números, há um registro da manifestação do Espírito Santo,fazendo com que os anciãos de Israel profetizassem. Depois de serem levados ao tabernáculo, os anciãos experimentaram um pentecostes no Antigo Testamento, ainda que, naquele momento, não tenha havido a manifestação de línguas, como em Atos 2. Mas, do mesmo modo, o Espírito Santo atuou entre os israelitas, e esses passaram a profetizar. Depois dos setenta anciãos, Eldade e Medade, não mais...
tracking img