Profeta isaías

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2802 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução:
A pregação do profeta Isaías é o grandioso fenômeno teológico de todo o Antigo Testamento, nenhum profeta iguala Isaías na vivacidade espiritual, um profeta da justiça e da fidelidade, onde não se calou diante de tamanha injustiça com os menos afortunados chamados por ele de meu povo. Por fazer parte da monarquia também admoestava o rei em suas decisões que feriam a Aliança comDeus. Isaías praticava a ética dos profetas, que em nosso tempo já não se pratica mais. Ser profeta é chamar à razão todos aqueles que pecam contra Deus, não importando sua condição social ou sua autoridade. Alguns pastores e pregadores gostam muito do termo “profeta” e gostam mais ainda de usá-lo para si, para terem o direito de falarem o que querem, arrogando-se a famosa “voz profética”. O profetaé um homem de Deus, por ele comissionado, é um homem que vê além dos demais, que vem como arauto. É também um atalaia, uma sentinela e um pastor que cuida do rebanho. O profeta Isaías possuía todos esses requisitos e muito mais. De modo geral, o livro de Isaías está situado na turbulenta segunda metade do século VIII a.C. Era um tempo de medo e incerteza política, pois o Império Assírio tinhaassumido seu lugar na história como uma potência mundial e sua política externa aterrorizava a população do Antigo Oriente Médio com um programa de dominação. O povo da aliança, mais especificamente, temia a política assíria, pois esta envolvia um programa de deportação e enfraquecimento de nacionalismos locais. A perda da identidade israelita trazia em si graves tragédias do ponto de vistateológico, uma vez que eles eram o povo escolhido por Deus. O significado do nome Isaías em hebraico é: “o Senhor é (a fonte da) salvação”. A premissa deste nome nos faz entender que sua mensagem é de confiar no Senhor dos Exércitos e não por seu próprio esforço e obras religiosas. Pesquisas apontam que Isaías profetizou durante os reinados de Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias, perfazendo aproximadamentesessenta anos de ministério que identificamos seu chamado profético de advertência e censura que teve seu inicio no ano da morte do rei Uzias. Sua última aparição foi no tempo da campanha de Senaqueribe, 701 a.C. A tradição rabínica (Talmude) afirma que Isaías foi serrado ao meio durante o reinado de Manassés, porém, sem base histórica sólida, estudos indicam que provavelmente Isaías tenha sobrevividono reinado de Manassés e que a ausência do nome de Manassés no capitulo 1.1, deve-se ao fato de não exercer nenhuma função pública no referido reinado.

2. A pessoa do profeta histórico:
Pouco se sabe sobre a vida pessoal de Isaías, cujo nome significa: “Javé é salvação”. Seu nascimento se deu por volta de 760 a.C. no reino do Sul, Judá, durante o reinado de Uzias (781-740 a.C.). Seu paichamava-se Amós, porém, não se tratava do profeta de Técua. O profeta Amós nasceu em Técua, uma pequena cidade do interior de Judá, e viveu no reino do Norte, Israel (Am 7.12-15) no reinado de Jeroboão II. O lugar do nascimento de Isaías é incerto, mas suspeita-se que foi em Jerusalém, pois, seu aporte cultural só se consegue na capital e dificilmente em outro lugar. Era profeta do Templo econselheiro do rei (2Rs 19.1-7). Este lugar social, com suas tradições religiosas, delineou a vida e a mensagem do profeta. Grande parte de sua pregação era baseada na escolha divina de Jerusalém e da dinastia davídica, princípios teológicos fundamentais, reflexo da fé que o sustentava. Isaías vivia duas realidades: a capital e a monarquia. Neste sentido suas mensagens tinham alvos certos, suas pregaçõeseram fundamentadas nessas duas realidades. Por volta de 740 a.C., com apenas vinte anos de idade, ainda muito jovem recebeu a vocação profética: “No ano que morreu o rei Uzias, eu vi o Senhor sentado num trono alto e elevado. (...) Ouvi, então, a voz do Senhor que dizia: ‘Quem é que vou enviar? Quem irá de nossa parte?’ Eu respondi: ‘Aqui estou. Envia-me!’” (Is 6.1-8). Abriu-se para o jovem...
tracking img