Prof. ms.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4732 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Educação Profissional: Ciência e Tecnologia Jan-Jun 2007, volume 1, número 2, p. 199-207

As competências na educação profissional brasileira

Artigo

Antonio Sebastião Galdeano, UNIRADIAL

Resumo - Este trabalho é resultado de uma pesquisa que verificou a importância da delimitação
de um conceito de competências para a formulação de políticas públicas, no intuito de subsidiar adiscussão sobre a formação e a certificação profissional no Brasil. Apresenta-se um breve histórico do surgimento e dos desdobramentos do emprego do termo “competências” no Brasil e no mundo, desde seu surgimento, no período da Guerra Fria, até o presente momento. Especial ênfase é dada à caracterização das três vertentes (produção, educação e mercado de trabalho) que centralizam estas formulações e àsconcepções de competências defendidas por cada uma dessas vertentes. Pretende-se contribuir para a reflexão e ação de agentes integrados à discussão da educação profissional brasileira.

PalavRas-chave: competências, mundo do trabalho, educação profissional, formação e certificação
profissional.

Os conceitos de competência, discutidos nos diversos segmentos nos quais o termo é empregado,divergem estruturalmente entre si. Cada ator social emprega o conceito na perspectiva que melhor se adaptar às suas necessidades, sendo extremamente complexo encontrar um conceito comum que permita a utilização intersubjetiva do termo pelas diversas áreas que o empregam. Tentaremos aqui demonstrar essa diversidade, apresentando alguns conceitos de competências utilizados nos meios produtivos, sociais eeducacionais. Nosso principal objetivo é demonstrar a extensa gama de definições existentes nos diversos segmentos em que o tema é discutido e quais as dificuldades enfrentadas para se chegar a uma concepção comum a todos esses atores. Este artigo é fruto da pesquisa realizada para a confecção da dissertação de mestrado intitulada Políticas Públicas de Formação e Certificação Profissional noBrasil, defendida em agosto de 2005 na UNICID – Universidade Cidade de São Paulo, sob orientação da Profa. Dra. Helena Gemignani Peterossi.

A pesquisa baseou-se na coleta e análise de dados bibliográficos. A coleta de dados, em grande parte, foi centrada em artigos de periódicos, em websites, na legislação oficial e em documentos de entidades nacionais e internacionais, privadas e públicas, que, dealguma forma, interferem na discussão do conceito de competências e na implantação deste na formação e certificação profissional. Dos organismos internacionais, buscou-se pontos de referência discutidos no âmbito do Mercosul, por meio das publicações do Centro Interamericano de Investigação Formação e Documentação sobre e Profissional (CINTERFOR),

da Organização Internacional do Trabalho (OIT).Esses são fóruns em que a discussão do tema da formação e certificação profissional se encontra em estágio bastante avançado. Esse quadro teórico nos auxiliou a construir uma análise do contexto que envolve a discussão, implantação e manutenção de um sistema de formação e certificação profissional no Brasil. Começaremos a discussão pela análise pelo termo competência. Competência

Edu Pro: C eT, Brasília, 1(2): p. 199-207, Jan-Jun, 2007

199

é uma palavra do senso comum, utilizada para designar pessoa qualificada para rea-

3. O processo de aprendizagem é mais fácil quando o aluno sabe precisamente o que se espera dele. 4. O conhecimento preciso dos resultados também favorece a aprendizagem. 5. É mais provável que o aluno faça o que se espera dele e o que deseja de si próprio,se ele tem a responsabilidade das tarefas de aprendizagem. Notadamente esta proposta de ensino baseado em competências, de 1971, destinava-se a reiterar a crença em uma educação por tarefas, por metas a serem atingidas. Pouco propunha para a formação empírica do aluno, que se dá pela vivência e experimentação. Aparentemente, o erro não era facilmente tolerado e a disciplina era algo desejável....
tracking img