Proem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1718 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Maria dos Anjos se tornou mãe de todos os alunos, por opção
O trabalho desta professora vai além das já difíceis atribuições de sua categoria. À frente de uma escola destinada a alunos com defasagens diversas, Maria dos Anjos trabalha como voluntária para resgatar a cidadania de jovens que, em sua maioria, não têm o menor suporte em suas famílias
Reportagem de Leilane Menezes Publicação:11/07/2010 09:32 Atualização: 11/07/2010 09:40 Todo dia é dia de salvar vidas para Maria dos Anjos de Menezes, 66 anos.
Ela não é médica, bombeira ou nada parecido. Trabalha como diretora da Escola do Parque da Cidade, também conhecida como Promoção Educativa do Menor (PROEM). Há 23 anos, a senhora de jeito afável e abraço aconchegante deposita a própria fé em meninos e meninas quase sempre invisíveisaos olhos da sociedade. O PROEM recebe alunos com defasagem de idade/série. Os motivos para o atraso na vida escolar são variados. Alguns enfrentam severos problemas familiares. Outros estão em liberdade assistida, já passaram pelo Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje). Ainda há aqueles que dividem o tempo entre o crime e o aprendizado escolar. “Os mais complicados são os meuspreferidos”, admite a diretora.

Quem passa em frente ao PROEM percebe de imediato: aquela é uma escola especial. Não há muros. Apenas cercas rodeadas de arame farpado. Os buracos nas armações de ferro são marcas das tentativas de fuga dos alunos. Eles sempre driblam o guarda que fica o tempo todo no portão e ganham as ruas. Alguns fogem para se drogar, outros para roubar e há quem apenas queira darum passeio no meio do dia. Dos Anjos pega o próprio carro e vai atrás de cada um deles. Só volta quando os encontra. Os alunos não costumam ir longe. As aulas são de ensino fundamental e ocorrem em período integral. Os adolescentes tomam café da manhã, almoçam, tomam banho e jantam na escola. As turmas têm até 15 integrantes e o atendimento é individualizado. Os professores tentam respeitar o ritmode cada um. O critério para aprová-los é a melhoria de postura diante dos problemas cotidianos. Dos Anjos assume o desafio com uma dedicação sacerdotal. Aposentou-se há mais de uma década, mas não quis deixar seus meninos para trás. Para ela, seria como largar à deriva os próprios filhos. Continua na escola como diretora sem vínculo, ou seja, ganhando apenas o valor do cargo comissionado. Umaquantia irrisória, se comparada ao antigo salário. “Não tem como abandonar essas pessoas. Elas já foram muito maltratadas pela vida. Se eu conseguir

melhorar as coisas, nem que seja para um só, já ganhei meu dia.” Dos Anjos tem uma missão: desviar os rumos do destino de pessoas que há muito tempo já deixaram de se sentir seres humanos, amadas, bem-vindas e respeitadas. A educadora está emBrasília desde 1981. Veio do Maranhão e mora no Lago Norte. Não perdeu o sotaque agradável nordestino nem o jeito caloroso de se comunicar. Abraça e beija quem se aproxima sem se intimidar. Preocupação A principal função de Dos Anjos não é apenas administrar os funcionários e as verbas da escola. Ela quer acima de tudo trazer os alunos de volta para uma realidade na qual sonhar, mudar e sentir alegria épossível para qualquer um. “A alguns deles eu tenho que dizer: „Ei, você é gente!‟. Não consigo desistir de nenhum. Nem dos mais perdidos. Eu durmo e acordo preocupada com o que vai ser deles.” A educadora olha com carinho para todos os 150 meninos e meninas. Sabe o nome de cada um. Conhece também a realidade por trás dos olhares acanhados. A maior dificuldade é sarar as feridas causadas por quemdevia ser um porto seguro, exemplo de amor: os pais. Felipe*, 14 anos, dormiu na aula um dia desses. A diretora quis saber o porquê. “Meu pai chegou bêbado em casa, quis pegar minha mãe à força a noite toda. Bateu nela. Eu durmo em um colchão embaixo da cama deles. Não consegui dormir”, explicou o menino. “Aqui nós temos muitos alunos maravilhosos, pessoas incríveis que nunca fizeram nada de...
tracking img