Processos fisicos e quimicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1324 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE JOSÉ DO ROSÁRIO VELLANO – UNIFENAS




Caracterização de Compostos Orgânicos

Alfenas – MG
2012





Caracterização de Compostos Orgânicos

Relatório da Disciplina de Processos Físicos e Químicos, do 1° Período do Curso de Biomedicina, da Universidade José do Rosário Velano.Professora: Maria Etelvina


Alfenas – MG
2012

1 REFERENCIAL TEÓRICO

1.1 Ponto de Fusão

É a temperatura em que uma substância passa do estado sólido para o líquido, ou ainda,a temperatura em que os estados sólidos e líquidos se acham em equilíbrio.

O ponto de fusão depende da pressão atmosférica e da polaridade das substâncias. Para substâncias apolares, quanto maior o peso da molécula, maior será o ponto de ebulição. Para substâncias de peso molecular próximos, a mais polar possui maior ponto de ebulição.

Segundo Líbano, Martins (2008) O ponto de fusão, a umadeterminada pressão, é um valor constante, característico de uma substância pura, e por isso a sua determinação constitui um método para calcular o grau de pureza da mesma substância.

1.2 Ponto de Ebulição.

Ponto de fusão pode ser definido como sendo a temperatura na qual a pressão de vapor de um líquido é igual à pressão externa exercida sobre a superfície ou, ainda, é a temperaturaem que o vapor é o líquido estão em equilíbrio a uma dada pressão. Chama-se de ebulição normal a temperatura em que um liquido entra em ebulição à pressão de 760mmHg.

O ponto de ebulição de uma substância pura, a uma determinada pressão, é sempre exato e se mantém constante durante a ebulição, já os das misturas variam dentro de um intervalo de temperatura que depende da natureza e dasproporções de seus constituintes.

Segundo Gonçalves (1988, p. 32) O ponto de ebulição das substâncias varia de um lugar geográfico para o outro. Em Curitiba a água ferve em torno de 98°C, enquanto, no rio de Janeiro, ferve a 100°C.

De um modo geral o ponto de ebulição de um composto depende do seu peso e da intensidade das forças de atração intermoleculares.

1.3 determinação das característicasorganolépticas da Acetanilida

1.1 Ensaios preliminares.

E a analise das características organolépticas das amostras, ou seja, aquelas que podem impressionar nossos sentidos.

1.2 Solubilidade

Baseando- se em Líria (2012) os compostos orgânicos apolares são praticamente insolúveis em água e podem se dissolver em outros compostos orgânicos, polares ou apolares.

1.3 HomogeneidadeSegundo CPV Editora (2010) A mistura de substâncias químicas será homogênea quando sua aparência demonstrar a mesma característica, como, por exemplo, a mistura de água e álcool.

1.3 Estado físico

Dever se notado se a amostra for desconhecida é sólida ou líquida.

O trabalho com uma substância gasosa e menos comum, pois exige meios mais sofisticados, sendo que operações baixastemperaturas seriam para alguns casos, recursos para tornar as amostras líquidas facilitando a pesquisa.

1.5. Cor

A maioria dos compostos orgânicos é incolor, pois os compostos coloridos podem apresentar grupos cromóforos na molécula. A cor pode ser proveniente de impurezas e decomposição sofrida pela substância, principalmente pela ação da luz, do calor, do ar e outros agentes.

1.6 Odor.É muito difícil descrever odores de maneira precisa, mas ele e mais evidente em alguns compostos com pequena cadeia carbônica devido à alta volatilidade dos mesmos.

1 MATERIAL E MÉTODOS

2.1 Ponto de fusão

Para a determinação do ponto de fusão usou-se suporte universal, garras e rolha, bico de bunsen, bagueta, tubo de thiele, termômetro, anel de borracha tubo capilar,...
tracking img