Processos de refino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1261 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTUDO DIRIGIDO

1. A valoração de um petróleo é feita com base no seu rendimento em derivados de maior interesse pelo mercado e na complexidade do refino (custo) necessária para se obter os produtos no volume requerido no mercado e com a qualidade especificada. Uma avaliação preliminar do petróleo pode ser feita a partir de um pequeno grupo de suas características.
Suponha que você tenhadisponibilidade dos petróleos cujas características estão reportadas a seguir. Analise os dados da tabela e aponte os aspectos positivos e negativos de cada um desses crus. Como você ordenaria o valor comercial desses petróleos?

Petróleo Espírito Santo Bachaquero Baiano Cabiúnas
°API 35 12,2 36 30
Teor de enxofre, %massa 0,2 3,1 0,1 0,6
Ponto de fluidez, °C 6 -4 36 -33
Índice de Acidez, mgKOH/g 0,2 3,1 0,04 1,2

Petróleo Aspectos positivos Aspectos negativos
Espírito Santo Grau de API 35, classificação do óleo leve.
Baixo teor de enxofre.
Baixo ponto de fluidez.
Baixo índice de Acidez.
Bachaquero
Baixo ponto de fluidez. Grau de API 12,2 - classificação do óleo asfáltico.
Alto teor de enxofre.
Alto índice de Acidez.
Baiano Grau de API 36, classificação doóleo leve.
Baixo teor de enxofre.
Baixo índice de Acidez. Alto ponto de fluidez.

Cabiúnas Grau de API 30, classificação do óleo médio.
Baixo teor de enxofre.
Baixo ponto de fluidez. Alto índice de Acidez.


Ordem de valor (do menor para o maior):

Bachaquero < Cabiúnas < Espírito Santo < Baiano

2. Entende-se como ESQUEMA DE REFINO ao arranjo de unidades de processos de umarefinaria de modo a compatibilizar o tipo de petróleo processado e as necessidades do mercado em relação à quantidade e qualidade dos produtos.
O Brasil apresenta um grande número de refinarias espalhadas por seu território. Você espera que as refinarias brasileiras apresentem o mesmo esquema de refino? Justifique sua resposta, dando exemplos caso considere existirem diferenças.

As refinariasbrasileiras não apresentam o mesmo esquema de refino, cada uma é constituída de um conjunto (arranjo) próprio das unidades de modo a compatibilizar o tipo de petróleo e a necessidades dos derivados. A maior parte das nossas refinarias é configurada para processar óleo leve. O governo as construiu antes que nossas grandes reservas de óleo pesado começassem a ser exploradas, nos anos 90. A Petrobras,então, tem de misturar o óleo daqui com o importado para ter como refiná-lo.
Durante a vida de uma refinaria, pode-se mudar o tipo de petróleo que recebe, como também podem mudar as especificações (qualidade) ou a demanda (quantidade) dos derivados por ela produzidos, por isso toda refinaria tem certo grau de flexibilidade. Mesmo diferentes, nos Esquemas de Refino e no grau de flexibilidade, todas asrefinarias da Petrobrás têm pelo menos algumas Unidades (processos) em comum: destilação, craqueamento catalítico e tratamentos.
Há dois grupos de derivados que orientam o projeto dos esquemas de refino: combustíveis e petroquímicos; lubrificantes e parafinas.
Como exemplo de refinarias brasileiras, podemos citar as Refinarias REDUC, Cubatão (RPBC) e LUBNOR que possuem unidades mais ou menoscomplexas, de acordo com o tipo Petróleo a processar e os produtos que elas produzem.
A Refinaria de Duque de Caxias - REDUC é hoje a mais completa e complexa refinaria do sistema Petrobras. Um total de 52 produtos é comercializado por esta refinaria, como: óleos básicos para lubrificantes, diesel, gasolina, GLP, nafta, querosene de aviação, parafinas, óleo combustível e aguarrás. Uma série deunidades de processamento está organizada compondo o esquema de refino mais completo dentre as refinarias brasileiras. Dentre as unidades operacionais desta refinaria, destacam-se: FCC (craqueamento catalítico em leito fluidizado), destilação atmosférica e a vácuo (3 conjuntos, 1 para combustíveis e 2 para lubrificantes), reforma catalítica, 6 unidades de hidrotratamento (HDT), desasfaltação (2),...
tracking img