Processos de controlo de esforço

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1973 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice
Conteúdo

Índice 2
Introdução 3
A actividade física e a saúde 4
A actividade física tem riscos? 6
Os processos de controlo de esforço 8
Fadiga 10
Conclusão 13
Bibliografia 14

Introdução

Este trabalho foi realizado no âmbito da disciplina de Educação Física e a pedido do professor Manuel Coutinho, um trabalho de carácter obrigatório que irá ser exposto aos alunos quefrequentam o 11ºano.
Primeiramente, comecei por recolher bibliografia essencial e significativa sobre o assunto dos processos de controlo de esforço.
Após a recolha, selecção e análise da bibliografia redigi o trabalho a seguir apresentado.
Este trabalho apresenta uma pequena introdução aos temas da actividade física e da saúde, posteriormente irei expor os processos de controlo de esforço.Espero que este trabalho seja apelativo e informativo.

A actividade física e a saúde

A actividade física (todo o movimento corporal produzido pelo aumento de trabalho muscular e consumo energético), bem como o exercício físico (actividade física estruturada e realizada de forma repetitiva ou programada), são fundamentais a um estilo de vida saudável. Não somente ajudam a estar em melhorforma e a sentir-se com mais vitalidade, como melhoram significativamente a saúde e aumentam a esperança de vida.
Uma vida fisicamente activa diminui as probabilidades de se vir a sofrer de doenças potencialmente fatais como hipertensão, enfarte do miocárdio, acidentes vasculares cerebrais, diabetes e cancro.

Benefícios nos Sistemas

Sistema músculo-esquelético

* Aumento da massa óssea* Aumento da força muscular e resistência muscular;
* Aumento da flexibilidade e coordenação;
* Movimentos com menos dores;
* Manutenção do peso;
* Mais energia;
* Fortalecimento global;
* Aumento do equilíbrio e da estabilidade postural

Sistema cardiovascular

* Baixa a pressão arterial;
* Diminui o stress;
* Pode motivar para outros comportamentossaudáveis;
* Diminui a ocorrência de doença coronária;
* Melhora a função cardíaca.

Sistema cardio-respiratório

* Melhoria dos volumes respiratórios e resistência dos músculos respiratórios, levando assim a uma melhoria da ventilação e capacidade vital;
* Diminuição da frequência cardíaca de base;
* Diminuição do consumo de oxigénio a esforços sub máximos.

Benefíciospsicológicos
* Favorece o relaxamento;
* Reduz ou evita o estado de depressão;
* Melhora a função cognitiva;
* Promove um bem-estar geral;
* Beneficia a saúde mental;
* Melhora o estado de humor;
* Leva a um estado de confiança e satisfação pela vida;
* Proporciona novas aprendizagens independentemente da idade;
* Melhorar a auto-imagem e a auto-estima.Benefícios sociais
* Promove a integração social e cultural;
* Proporciona novas amizades;
* Melhora a qualidade de vida;

É importante salientar que os benefícios requerem uma participação de forma contínua e que podem diminuir assim que a participação for interrompida. Os benefícios, tanto para o indivíduo como para a sociedade, ocorrem quer de imediato quer a longo prazo.

Aactividade física tem riscos?

Como tudo na vida, também a actividade física pode ter alguns riscos ou inconvenientes, mas que são largamente compensados pelas suas inúmeras vantagens. E convém referir que, em termos de actividade física para promoção da saúde, não considerando a competição desportiva, a maioria desses riscos são previsíveis e evitáveis desde que a actividade física praticada sejaADEQUADA a cada um.
Esta adequação tem a ver sobretudo com três aspectos:
* O tipo de actividades realizadas;
* O contexto clínico e etário do praticante;
* E sobretudo a intensidade a que a mesma decorre.
Pode-se verificar que a partir de certos valores já não há muito mais ganhos de saúde e o risco de lesões aumenta desproporcionadamente. O mesmo acontece para a relação entre...
tracking img