Processos basicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1920 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNÇÕES PSÍQUICAS:"CONSCIÊNCIA, ATENÇÃO E ORIENTAÇÃO"
Carlos Eduardo Sandrini De Castro
1. INTRODUÇÃO
O exame psiquiátrico é uma avaliação médica que visa ao estabelecimento de um diagnóstico psiquiátrico, à criação e ao desenvolvimento de uma aliança de trabalho, um planejamento terapêutico e um prognóstico do paciente. O exame psiquiátrico deve fazer um corte longitudinal da vida dopaciente, obtendo-se nele dados referentes à sua bibliografia e à história de sua doença atual. Em seguida, obtêm-se os dados de um corte transversal, referentes ao estado do paciente no momento do exame.
O exame psicopatológico, correspondente a um corte transversal na vida do paciente, compreende as funções psíquicas que devem ser observadas e/ou deduzidas para a realização de um diagnóstico.
Opresente trabalho tem como objetivo abordar as funções psíquicas, dentre elas especialmente a consciência, atenção e orientação.
2. INTRODUÇÃO EM PSICOPATOLOGIA
Psicopatologia é a ciência que estuda as anormalidades psíquicas do ser humano. Para este fim podemos utilizar diferentes meios. O método utilizado pela psiquiatria como ferramenta para diagnóstico sindrômico e nosológico é a fenomenologia:psicopatologia fenomenológica, que baseia-se na descrição dos fenômenos psíquicos, conforme sejam observados ou relatados. O importante na fenomenologia é descrever o que é vivido diretamente pelo indivíduo.
Existem dois meios de adoecer, segundo a psicopatologia fenomenológica: o desenvolvimento - o adoecer é compreendido pela constituição, personalidade e história do paciente; e o processo - algodiferente e novo na constituição e história do paciente.
Normalmente, examina-se de forma isolada cada função psíquica do paciente para depois formular o todo psíquico. A psicopatologia é, pois, uma abstração analítica da realidade e da totalidade do psiquismo humano, decompondo-o em conceitos operativos para formular, mais tarde, os quadros nosológicos.
A psicopatologia importa-sefundamentalmente com a forma de cada função psíquica, os conteúdos têm uma importância secundária. Exemplificando, podemos dizer que a forma de um livro é aquilo que faz com que reconheçamos que se trata de um livro, isto é, a essência deste objeto; e o conteúdo é aquilo que define tal livro, ou seja, sua mensagem.
Através da caracterização das funções psíquicas, distinguimos os principais quadros clínicosdas diversas síndromes mentais, valendo-nos desses parâmetros para a adoção da conduta terapêutica mais adequada.
Resumiremos a seguir três das principais funções psíquicas e suas anormalidades mais freqüentes nas diversas síndromes psiquiátricas.
 3. CONSCIÊNCIA
É a capacidade neurológica de captar o ambiente e de se orientar de forma adequada, é estar lúcido. A consciência pode ser consideradado ponto de vista psiquiátrico, como um processo de coordenação e de síntese da atividade psíquica.
"É uma atividade integradora dos fenômenos psíquicos, é o todo momentâneo que possibilita que se tome conhecimento da realidade naquele instante." (Rosenfeld, 1929).
É uma das funções psíquicas com a qual estabelecemos contato com a realidade, através do qual tomamos conhecimento direto eimediato dos fenômenos que nos cercam.
Podemos ter alterações "fisiológicas" da consciência, dentre elas, sono, sonho, hipnose e cansaço.
As anormalidades da consciência podem ser classificadas como quantitativas ou qualitativas. Nas alterações quantitativas, há variação do nível de consciência, ou seja, da claridade com que os fenômenos psíquicos são vivenciados, o indivíduo apresenta fala, pensamentoe emoções que dificilmente podemos entender, confunde percepções, não consegue fixar sua atenção e geralmente está desorientado. As alterações qualitativas referem-se a variação de amplitude do campo de consciência. Uma alteração qualitativa, é o estado crepuscular, onde há um estreitamento do campo da consciência, o paciente parece ter perdido o elo com o mundo exterior, quase não fala e age...
tracking img