Processo termodinâmicos: refrigeraçao simples e absorção refrigerada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1510 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ

PROCESSO TERMODINÂMICOS:
REFRIGERAÇAO SIMPLES E ABSORÇÃO REFRIGERADA

ALUNO: Danilo caldas
MATRICULO:200902175133

Niterói 2011
INTRODUÇÃO:

O processo de refrigeração simples, é considerado um processo simples e de médio investimento, podendo gera gás especificado para venda, embora esse processo também possua algumas limitações técnicas,principalmente noque diz respeito ao teor residual de propano no gás processado. Se o objetivo do projeto for maximizar a produção de GLP,deverá ser considerada a possibilidade de utilização de um processo mais eficiente ( e certamente mais caro).
O sistema mais delicado de uma unidade que utiliza esse processo é o ciclo de refrigeração, o qual utiliza compressores de propano como fonte de energia paraliquefação das frações mais pesadas do gás natural.
E no processo de absorção refrigerada possui alto rendimento na recuperação de propano, sendo capaz de garantir a especificação do gás processado, conforme a portaria n.104 da ANP.
Esse processo por ser mais complexo, possui um custo médio razoavelmente maior que os outros; para garantir o retorno de investimento realizado.precisa ser dimensionado parauma capacidade nominal igual ou acima de 1 000 000 m³/d de gás natural

PROCESSO DE REFRIGERAÇÃO SIMPLES.

O processo de recuperação de hidrocarbonetos líquidos por refrigeração simples, como o próprio nome sugere, consiste meramente no resfriamento do gás de modo a promover a condensação do propano e mais pesados. Este processo encontra aplicação quando o objetivo é apenas recuperarcomponentes a partir do propano (LGN) e não se deseja recuperações muito elevadas ou deseja-se apenas condicionar o “dew-point” do gás para o transporte em gasodutos.
O fluido refrigerante mais utilizado é o propano puro que permite atingir temperaturas de até –40ºC. O gás deve estar disponível a altas pressões (>4.000 kPa) a fim de que haja a condensação desejada a temperaturas de operação. O líquidocondensado, LGN, pode ser separado posteriormente originando GLP e C5+(nafta leve).
DESCRIÇÃO DO PROCESSO

Num fluxograma simplificado do processo de refrigeração simples para condições típicas de pressão e temperatura.
O gás disponível a 27ºC e 517 kPa é comprimido até 4.480 kPa e 49 ºC. O gás sofre então resfriamentos sucessivos, primeiro com o próprio gás residual da unidade e depois com opropano refrigerante atingindo assim –37 ºC. Antes de cada resfriamento há a injeção de glicol para inibir a formação de hidratos. A corrente resfriada entra em um vaso trifásico onde são separados o gás residual, os hidrocarbonetos condensados e o glicol injetado anteriormente. O gás residual troca calor com o gás rico na entrada da unidade, conforme mencionado anteriormente, se aquecendo até38ºC. O glicol é enviado para regeneração e posterior reutilização. O líquido do vaso trifásico sofre uma expansão em uma válvula até 1.186kPa, com conseqüente resfriamento até –60ºC. Após a expansão o líquido segue para uma torre deetanizadora onde o etano e os componentes mais leves são separados no topo e o LGN é retirado pelo fundo. O gás do topo é chamado residual de baixa em contraposição aoresidual de alta liberado no vaso trifásico. Este gás residual de baixa pressão se aquece até 38ºC e sub-resfria o propano refrigerante na etapa de compressão do ciclo de propano.
O LGN é bombeado do fundo da deetanizadora para a torre desbutanizadora onde é separado em GLP e C5+. Antes de entrar na torre, o LGN é aquecido pela corrente de C5+ que é produto de fundo da própria torre. O produto detopo, GLP, é condensado a 1.470 kPa, sendo parte do líquido bombeado de volta a torre para servir de refluxo e o restante é enviado para estocagem.


PROCESSO DE ABSORÇÃO REFRIGERADA

O processo de absorção refrigerada se baseia na recuperação dos componentes pesados do gás por uma absorção física promovida pelo contato do gás com um óleo de absorção. O princípio deste processo é a...
tracking img