Processo decisorio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10091 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO AO PROCESSO DECISÓRIO 1

2. A INFORMAÇÃO E A COMUNICAÇÃO NO PROCESSO DECISÓRIO 4

3. CONHECIMENTO E SENSIBILIDADE 8

4. INTUIÇÃO 9

5. OS ATORES DO PROCESSO DECISÓRIO 10

6. MODELOS NO PROCESSO DECISÓRIO 11

7. TIPOS, ESTILOS E NÍVEIS DE TOMADA DE DECISÃO 11

8. NÍVEIS DE TOMADAS DE DECISÃO EM UMA ORGANIZAÇÃO 13

9. ESTILOS DE TOMADA DE DECISÃO 14

10. TEORIA DARACIONALIDADE LIMITADA 15

11. PROCESSO DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS 16

12. RESUMO 18

13. BIBLIOGRAFIA 19






















INTRODUÇÃO AO PROCESSO DECISÓRIO


A Teoria Administrativa é uma ciência nova, que surgiu no início do século XX, em decorrência das acentuadas mudanças verificadas na estrutura social do trabalho causada pela Revolução Industrial.A tarefa básica da Administração é planejar, organizar, dirigir e controlar o uso dos recursos totais de uma empresa a fim de alcançar seus objetivos (CHIAVENATO, 1999). A Sua primeira abordagem foi chamada de Escola Clássica ou Racional (1910 a Escola Clássica pode ser revisitada na apostila de Administração 1950) e nela poucos temas foram tratados de maneira tão técnica, fragmentada e(Introdução e Teorias).
Embora o século XX tenha despontado sob o influxo de transformações sociais muito profundas, o impacto que elas causaram no ambiente foi relativamente pequeno, na medida em que não havia uma rede de comunicações com expressiva capilaridade e alcance como atualmente. O ambiente era estável, as coisas demoravam a acontecer. A valorização da racionalidade conferia àmetodologia científica um tom de respeito nunca visto antes.
A ciência em geral, e a Teoria Administrativa em particular, eram consideradas isentas e neutras e ostentavam uma indiferença sistemática ao que ocorria no ambiente externo. A Ciência Administrativa nasceu apadrinhada por um conjunto de valores funcionais e mecanicistas e as organizações foram concebidas apenas como instrumentos técnicos,destinados ao alcance de um objetivo primordial: a maximização dos lucros e dos resultados. Neste contexto, não era de se estranhar que os fatores determinantes das escolhas ou os critérios da avaliação das alternativas tomassem como base apenas a relação custo/benefício. O homem sempre teve que tomar decisões, algumas sem muita importância, outras merecedoras de análise mais aprofundada antes dadefinição de qual ação deveria ser tomada.
Os problemas de tomadas de decisão são constantes no dia-a-dia e a todo o momento as pessoas estão sendo colocados em uma posição onde é necessário optar, examinar, investigar, decidir, escolher e agir frente às poucas ou muitas opções que lhes são fornecidas.
Atualmente, uma nova forma de pensar, em relação à tomada de decisão, está emergindoglobalmente. Esse novo pensamento baseia-se em reações e valores surgidos recentemente na sociedade mundial em face da globalização. Uma nova cultura surge, trazendo consigo um novo modelo de vida, uma nova compreensão política e a consciência da necessidade de um novo sistema de valores acompanhado de uma nova forma de pensar. Hoje, aos tomadores de decisão, é dado o desafio de pensar globalmentee usar, em larga escala, os instrumentos de informação e comunicação que venham a colaborar no processo decisório.
Um processo de decisão inicia-se pela identificação das necessidades, do que é possível fazer, da informação que está disponível e da comunicação que precisa ser efetuada. Espera-se que estes elementos, ordenados numa estrutura lógica, resultem na possibilidade de uma melhordecisão. De uma maneira geral, todas as atividades de planejamento envolvem a tomada de decisão de uma forma mais estruturada ou de uma maneira mais pragmática.
As decisões em ambientes organizacionais podem abranger a coleta de dados, identificação de alternativas, negociações e avaliação de alternativas de ação, entre outros. Ao longo de cada um desses processos o gestor defronta-se com...
tracking img