Processo de Software

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2704 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
 O processo de Software

A utilização de um processo de software têm sido apontada como um fator primordial para o sucesso de empresas de desenvolvimento de software.
Para poder melhor compreender o assunto é necessário definir o que é um processo de software.
Um processo de software pode ser entendido como um conjunto estruturado de atividades exigidas para desenvolver um sistema de software.Assim Sommerville[1]trás a seguinte definição:
"[O processo é] um conjunto de atividades e resultados associados que produzem um produto de software".
Jalote[7] conclui que um processo de software é :
"é um conjunto de atividades, ligadas por padrões de relacionamento entre ela, pelas quais se as atividades operarem corretamente e de acordo com os padrões requeridos, o resultado desejado éproduzido. O resultado desejado é um software de alta qualidade e baixo custo. Obviamente , um processo que não aumenta a produção (não suporta projetos de software grandes) ou não pode produzir software com boa qualidade não é um processo adequado."
A partir destas definições podemos considerar que de forma geral um processo de software padrão pode ser visto como um conjunto de atividades, métodos,ferramentas e práticas que são utilizadas para construir um produto de software. Na definição de um processo de software devem ser consideradas as seguintes informações: atividades a serem realizadas, recursos necessários, artefatos requeridos e produzidos, procedimentos adotados e o modelo de ciclo de vida utilizado [3].
Sucintamente podemos definir o processo de software  como um conjunto deatividades uniformizadas a serem aplicadas sistematicamente que se encontram agrupadas em fases, cada uma das quais com os seus intervenientes com responsabilidades, que possui diversas entradas e produz diversas saídas. Isto é, define quem faz o quê, quando e como para atingir um certo objetivo.
Humphrey[4] define as seguintes razões para a definição de um processo padrão:
Redução dos problemasrelacionados a treinamento, revisões e suporte à ferramentas;
As experiências adquiridas nos projetos são incorporadas ao processo padrão e contribuem para melhorias em todos os processos definidos;
Economia de tempo e esforço na definição de novos processos adequados a projetos.
Fases de um processo de Software
Para Schwartz[5] as principais fases de um processo de software são :
1. Especificação deRequisitos: tradução da necessidade ou requisito operacional para uma descrição da funcionalidade a ser executada.
2. Projeto de Sistema: tradução destes requisitos em uma descrição de todos os componentes necessários para codificar o sistema.
3. Programação (Codificação): produção do código que controla o sistema e realiza a computação e lógica envolvida.
4. Verificação e Integração (Verificação):verificação da satisfação dos requisitos iniciais pelo produto produzido.
Ao contrário do que possa parecer não existe uma sequência obrigatória de fases, sendo que diversos autores apontam a natureza não simultânea das fases como uma realidade na aplicação de processos de software, e também defendem que o processo de software é muito mais iterativo e cíclico do que a ideia de fases simples podesugerir.[6]
Atividades do Processo de Software
Em cada fase de um processo de software definido são executadas as atividades básicas para que sejam atingidos os objetivos propostos. Segundo Pressman[2] estas atividades constituem um conjunto mínimo para se obter um produto de software.
Realizando uma combinação de classificações dadas por Schwartz[5] , Pressman[2] e Sommerville[1] podemos identificaras seguintes atividades[6]:
1 Especificação
1. Engenharia de Sistema: estabelecimento de uma solução geral para o problema, envolvendo questões extra software.
2. Análise de Requisitos: levantamento das necessidades do software a ser implementado. A Análise tem como objetivo produzir uma especificação de requisitos, que convencionalmente é um documento.
3. Especificação de Sistema: descrição...