Processamento do óleo de palma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5825 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO
O dendezeiro (Elaeis guIneensis) é uma palmeira de origem africana, que apresenta melhor desenvolvimento em regiões tropicais, com clima quente e úmido, e precipitação elevada. Foi introduzido no continente americano a partir do século XV, coincidindo com o início do tráfico de escravos (século XVII) entre a África e o Brasil, tendo chegado na Bahia (PEREZ et al., 2007).
O dendê éuma cultura perene com produção contínua ao longo do ano, absorvendo e fixando, de forma intensiva e permanente, a mão-de-obra no campo, principalmente a partir do terceiro ano de plantio, quando inicia sua produção. Tem vida útil econômica superior a 25 anos e é a oleaginosa cultivada de maior produtividade mundial com rendimentos superando 25 t/ha/ano de cachos, o que equivale a 4 a 6 t/ha/anode óleo, ou seja, a 1,5 vezes a produtividade de óleo de coco e, aproximadamente, 10 vezes a produtividade de óleo de soja. A produtividade do dendezeiro é pelo menos de 3 a 8 vezes superior a da maioria das sementes oleaginosas (ROCHA, 2007 In CORDEIRO 2009; PEREZ et al., 2007). De acordo com Perez et al. (2009) em condições ecológicas mais favoráveis, chega a produzir 8 ton de óleo por hectare epor ano, sendo considerada como excelente atividade para a geração de emprego permanente e de boa qualidade (PEREZ et al., 2007).
O cultivo do dendê pode ser considerado como uma atividade em condições de preservar o meio ambiente sem fortes agressões à floresta nativa porque pode ser plantado em áreas alteradas, possibilitando um perfeito recobrimento dessas áreas quando adulto e, na fase jovem,pode ser associado à leguminosas de cobertura de solo. Por isso, o dendê pode ser enquadrado dentro do chamado desenvolvimento sustentável, sendo mais uma oportunidade de negócios na Amazônia (SUFRAMA, 2012).
Dessa forma, este trabalho tem por objetivo apresentar os dados referentes a produção mundial de óleo de palma, bem como descrever os processos de extração do óleo e refino do mesmo.

2REVISÃO DA LITERATURA
2.1 PALMA (DENDÊ)
O dendezeiro (Figura 1) é uma palmeira com até 15 m de altura, com raízes fasciculadas, estipe (tronco) ereto, escuro, sem ramificações, anelado (devido às cicatrizes deixadas por folhas antigas), quando adulto, oferece perfeito recobrimento do solo, podendo ser considerado um sistema de aceitável estabilidade ecológica e de baixos impactos negativos aoambiente (PEREZ et al., 2007).
O fruto do dendê produz dois tipos de óleo: óleo de dendê ou de palma (palm oil, como é conhecido no mercado internacional), extraído da parte externa do fruto, o mesocarpo; e óleo de palmiste (palm kernel oil), extraído da semente, similar ao óleo de coco e de babaçu (MELO; OLIVEIRA, 2006).
O óleo de dendê ou palma ocupa hoje o 2° lugar em produção mundial de óleose ácidos graxos, representando 18,49% do consumo mundial. Graças ao seu baixo custo de produção, boa qualidade e ampla utilização, o óleo de dendê é um dos mais requeridos como matéria-prima para diferentes segmentos nas indústrias oleoquímicas, farmacêuticas, de sabões e cosméticos. Seu uso principal é na alimentação humana, responsável pela absorção de 80% da produção mundial, no fabrico demargarinas, gorduras sólidas, óleo de cozinha, maionese, panificação, leite e chocolate artificiais e tantos outros produtos da indústria alimentícia e para fritura industrial.
Do processamento dos cachos para a extração dos óleos de palma e palmiste são obtidos, adicionalmente, uma série de subprodutos (fibras, cachos vazios, casca das amêndoas, torta de palmiste e efluentes líquidos), todos comamplas aplicações (SANTOS; D’ÁVILA, 1998).
A cultura do dendê destaca-se pela capacidade total de aproveitamento de todos os produtos e subprodutos. Por outro lado, a aptidão agroclimática revelada pela região para o seu cultivo, assim como as perspectivas de mercado para os seus produtos a torna numa importante alternativa de investimento na Amazônia (SANTOS; D’ÁVILA, 1998).


Figura 1....
tracking img