Processamento de dados

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (297 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Tipos de Processamentos (BATCH, ON-LINE e REALTIME)

Processamento batch: é um termo referente a um processamento de dados que ocorre através de um lote de tarefas enfileiradas, de modo queo sistema operacional só processa a próxima tarefa após o término completo da tarefa anterior, ou seja, são coletadas em lotes para posterior processamento e armazenamento. Ao atingir umdeterminado período de tempo, ou número de dados, essas informações são atualizadas no banco de dados.

Processamento On-line: as transações são processadas imediatamente após a coleta pelamídia de entrada.
Por exemplo: Essa mesma máquina de ponto pode atualizar o banco de dados de entrada dos funcionários a cada novo cartão passado.

Principais diferenças: No processamento emlotes temos o banco de dados de cartões batidos levemente atrasado em relação aos reais pontos marcados, devido ao lote que ainda está sendo armazenado pela máquina. No método on-line temos umafidelidade maior no que diz respeito à sincronia do banco de dados e os últimos dados inseridos, porém necessitamos de uma máquina com maior poder de processamento, pois ela está a todoinstante processando as transações feitas.

Processamento Real-Time: Esses sistemas, normalmente, estão presentes em aplicações de controle de processos, como no monitoramento de refinarias depetróleo, controle de tráfego aéreo, de usinas termoelétricas e nucleares, ou em qualquer aplicação onde o tempo de processamento é fator fundamental.
É um tipo de processamento no qual asrespostas às entradas são bastante
rápidas para controlar o processo e/ou influir na ação subseqüente. Por exemplo,
num desvio de rota de um míssil, a informação é enviada ao computador que, deimediato, gera um comando que resulta em uma ação para corrigir a trajetória deste
míssil. Diz-se que “Uma aplicação em TEMPO REAL é sempre ON-LINE”, mas o
“inverso nem sempre é verdadeiro”.
tracking img